F1: “Uma classificação Sprint difícil para nós”, afirmou o chefe da RB

Para a equipe RB, essa sexta-feira não foi das melhores. Na sessão de classificação Sprint para o GP da Áustria de Fórmula 1, Yuki Tsunoda terminou em P14 e Daniel Ricciardo em P16.

Alan Permane, diretor de corrida da equipe: “Uma sessão de classificação Sprint difícil para nós por diferentes razões em ambos os lados da garagem. Fizemos algumas experiências esta manhã, depois do difícil fim de semana em Barcelona, ​​e foi muito bom porque aprendemos muito. Daniel teve muitas mudanças para esta sessão de hoje e é sempre difícil com apenas um jogo de pneus. Sabíamos que seria difícil acertar a primeira volta para tirar o melhor proveito do carro. No entanto, é um fim de semana prolongado e aprenderemos mais na corrida Sprint amanhã, e depois teremos outra chance na sessão de classificação para o GP. Infelizmente, Yuki rodou na segunda volta no Q1 e danificou o assoalho. Sem isso, tenho certeza de que ele estaria em uma posição mais elevada. Vamos consertar o assoalho dele durante a noite e garantir que ele tenha um carro perfeito para amanhã”, concluiu.

Tsunoda: “Não estou feliz com hoje. Com certeza, a segunda volta no Q1 com minha rodada no último setor comprometeu nossa tentativa no Q2. Eu forcei demais e passei um pouco do limite na curva 7, e acho que danifiquei o assoalho já ali e não necessariamente quando rodei na curva 10. Não foi a maneira ideal de entrar no Q2. É uma pena. Vou assumir a culpa e seguir em frente”, acrescentou.

Ricciardo: “É uma volta curta aqui, então sempre será complicado. Mudamos bastante o carro desde o treino livre e ainda estamos tentando aprender sobre o pacote, mas obviamente é frustrante quando você perde um pouquinho. A segunda volta na sessão de classificação Sprint foi definitivamente melhor que a primeira, mas ainda precisamos ajustar algumas coisas. Acho que fizemos as mudanças certas, mas talvez precisemos equilibrar melhor. Tentaremos usar a corrida Sprint amanhã para entender cada vez melhor o carro, por isso continuo otimista”, finalizou o piloto australiano.