F1: Russell confia nos engenheiros da Mercedes apesar de rumores sobre Newey

O piloto George Russell saiu em defesa da equipe de engenheiros da Mercedes, em meio a especulações de que Toto Wolff estaria interessado em contratar Adrian Newey.

Newey, renomado projetista da Fórmula 1, deixará a Red Bull no início de 2025 após longa passagem pela equipe. Antes de transformar a Red Bull em potência da F1, Newey conquistou campeonatos com Williams e McLaren.

Enquanto a Mercedes superou Newey entre 2014 e 2021, o britânico de 65 anos emplacou dois períodos consecutivos de títulos com a Red Bull: com Sebastian Vettel entre 2010 e 2013, e mais recentemente, com Max Verstappen.

Desde o anúncio de sua saída da Red Bull, Newey tem sido ligado principalmente à Ferrari e teria recebido uma proposta substancial da Aston Martin. No entanto, um possível interesse da Mercedes também ganhou força.

“É claro”, respondeu Russell, de 26 anos, quando questionado pela imprensa sobre a possibilidade de Newey se juntar à equipe. “Você quer ter os melhores engenheiros, os melhores pilotos, os melhores mecânicos. Quer os melhores indivíduos como parte da sua equipe, mas acho que a equipe que temos aqui, ao longo dos últimos doze anos, o grupo de engenheiros que trabalha aqui, ainda é o mais bem-sucedido que a Fórmula 1 viu nos últimos doze ou treze anos.”

Apesar do período recente sem vitórias, Russell confia na capacidade de sua equipe, com ou sem Newey.

“Estamos passando por um período em que não estamos alcançando o sucesso que a equipe conquistou alguns anos atrás, mas tenho total fé em todos, nas pessoas que venceram os campeonatos, nos novos engenheiros e integrantes que fazem parte dessa jornada, para levar a Mercedes de volta ao topo”, completou o britânico.