F1: “Perez é um bom segundo piloto”, afirmou Van der Garde

Sergio Perez teve mais um final de semana para ser esquecido, dessa vez no GP do Canadá de Fórmula 1, não conseguindo sair do Q1 na sessão de classificação e batendo sozinho durante a corrida em Montreal, tendo que abandonar em seguida. O desempenho irregular do mexicano coloca em risco as chances da Red Bull Racing no campeonato de construtores. No entanto, Giedo van der Garde, ex-piloto de F1, acredita que Perez é um bom segundo piloto.

Com a crescente competitividade na Fórmula 1, é fundamental para a Red Bull somar o máximo de pontos possíveis em cada corrida. Em Mônaco e Canadá, apenas Max Verstappen pontuou, o que coloca uma pressão extra sobre o holandês. O próprio Verstappen comentou sobre a situação no GP do Canadá, dizendo ironicamente que a ‘McLaren tem dois carros’.

Van der Garde analisou o GP do Canadá no podcast ‘DRS: The Race Show’. O foco da conversa foi o desempenho abaixo do esperado de Perez. “Parece que ele pensou: ‘Tenho um novo contrato, vou relaxar’. Puxa, que fim de semana ruim! Primeiro na classificação… É claro que com um carro desses, talvez não seja o ideal. Não é como no ano passado, mas a diferença para Max está enorme. Ele simplesmente complica as coisas”, afirmou.

Apesar das muitas críticas recebidas pelo mexicano, o ex-piloto holandês defendeu Perez: “Por outro lado, no início da temporada, ele estava regular, fazia o seu trabalho e conquistou vários pódios. A Red Bull busca estabilidade e pensa: ‘Ele conhece a equipe e as pessoas. Ele é um bom segundo piloto’. É interessante porque, claro, isso também envolve o mercado mexicano para a Red Bull. Existe o (grande) patrocínio de Carlos Slim, então é uma situação ganha-ganha. Ele está bem como segundo piloto. No momento, desde que você tenha Max Verstappen, não importa quem esteja do outro lado da garagem. E acho que, mais uma vez, Perez é um bom segundo piloto para esse cenário”, encerrou Van der Garde.