F1: Marko segue com futuro incerto na Red Bull, apesar da aparente tranquilidade

Apesar das aparências sugerirem alguma paz na Red Bull Racing, o futuro de Helmut Marko como consultor da equipe permanece incerto. O próprio dirigente evita declarações definitivas sobre sua permanência a longo prazo no time, ou até mesmo na Fórmula 1.

Nos últimos meses, a Red Bull enfrentou tensões internas. De um lado, o time com Christian Horner, e o principal acionista tailandês da Red Bull GmbH, e do outro, o time austríaco que inclui o piloto Max Verstappen e o próprio Marko. Chegou-se a cogitar uma suspensão para o veterano consultor, mas a intervenção de Verstappen (‘Sem Marko, eu saio’) evitou a medida.

Questionado pelo portal Laola1 sobre sua continuidade na Red Bull, Marko respondeu de forma evasiva: “Bem… Bem, eu diria que… Sempre há conversas e discussões.” A declaração sugere diálogos frequentes com seu superior direto, Oliver Mintzlaff (CEO da Red Bull GmbH).

Mesmo com contrato válido até 2026, Marko também não confirma se cumprirá o vínculo integralmente. “No momento, temos outras coisas com que nos preocupar”, disse ele sem dar maiores detalhes.

O contato direto com o acionista tailandês também é escasso. A última conversa entre ambos ocorreu no início do ano. “Normalmente, as conversas passam pelo advogado britânico Peter Blake-Turner”, afirmou Marko.

A indefinição sobre o futuro de Marko na Red Bull levanta diversas especulações. Será que a tensão interna persistirá? O experiente consultor buscará novos desafios? E principalmente, Verstappen vai continuar na equipe se Marko sair? Só o tempo dirá.