F1: Chefe da RB elogia evolução de Tsunoda

O chefe da equipe RB, Laurent Mekies, destacou a evolução de Yuki Tsunoda, principalmente no quesito de lidar com adversidades, como a principal área de ‘grande avanço’ do piloto japonês na temporada 2024 da Fórmula 1.

Tsunoda manteve seu forte início de temporada, na corrida em Miami, igualando seu melhor resultado na temporada, com um sétimo lugar, marcando pontos pela quarta vez nas seis primeiras corridas deste ano.

No entanto, o começo animador de Tsunoda contrasta com suas temporadas anteriores, quando ele mesmo admitiu ter tido sorte em manter sua vaga atual.

Apesar da expectativa de que o experiente Daniel Ricciardo superasse o companheiro de equipe menos experiente, Tsunoda levou a melhor na AlphaTauri no ano passado, e continua fazendo o mesmo este ano com a equipe renomeada para RB.

Mekies, que assumiu o cargo anteriormente ocupado por Franz Tost até o final do ano passado, afirmou que Tsunoda agora converteu sua velocidade bruta em performances mais consistentes nesta temporada.

“Yuki deu um grande passo este ano. Para ser justo, ele evoluiu entre o primeiro e o segundo ano, e do segundo para o terceiro”, disse Mekies ao Motorsport.com. “Mas acho que o salto que ele está dando agora, entre o terceiro e o quarto ano, é enorme. Agora vemos um piloto capaz de não apenas ter a velocidade bruta, que sempre soubemos que ele tinha e que ele elevou ainda mais, mas também de executar finais de semana com absolutamente nenhum erro, do TL1 até o GP.”

“Foi o caso na Austrália, foi o caso no Japão. E não esteve longe disso em Miami, para ser honesto. Ele deu um grande passo à frente e acho que há mais por vir, então estamos trabalhando duro para garantir que desenvolvamos um ambiente onde ele possa continuar evoluindo. Estamos muito impressionados com seu trabalho”, acrescentou.

Mekies destacou como Tsunoda controlou os ‘chiliques’ pelo rádio, que eram comuns no passado, passando a processar momentos desafiadores com mais calma.

“Ele está lidando melhor com os momentos ruins”, acrescentou Mekies. “A China é um bom exemplo, ele a abordou de forma racional, analisamos juntos e ele começou bem em Miami. Então sim, é um grande passo à frente. Isso desempenhou um papel importante em nosso sucesso atual e achamos que há mais por vir. Dá para perceber a melhora dele também pelo rádio. Ele está evoluindo dentro e fora do carro”, completou o chefe da RB.