Steiner apostaria em Bearman para vaga na F1

Impressionado com a estreia, Steiner vê potencial em Oliver Bearman para a próxima temporada

A estreia notável de Oliver Bearman no Grande Prêmio da Arábia Saudita, substituindo Carlos Sainz, não apenas capturou a atenção do mundo da Fórmula 1, mas também deixou uma boa impressão em Guenther Steiner, ex-chefe da equipe Haas. Steiner, que anteriormente proporcionou a Bearman sua primeira experiência em um carro de F1 durante uma sessão de treinos livres na última temporada, não poupou elogios ao jovem piloto britânico.

Em sua coluna para o F1.com, Steiner revelou seu apoio à ideia de promover Bearman a um assento como titular para a próxima temporada. “Baseado em sua performance em Jeddah, depois do que vi dele na Haas, eu o colocaria em um cockpit de corrida,” escreveu Steiner, destacando a maturidade e a habilidade de Bearman de se destacar sob pressão, mesmo com a limitada experiência de pista que teve antes da corrida.

Apesar da cautela habitual ao investir em talentos novos, Steiner reconhece que a abordagem desempenhada por Bearman, que conseguiu subir de 11º para o 7º lugar na corrida após uma qualificação impressionante, minimiza consideravelmente os riscos associados. “Não é 100% de que ele vai ter sucesso. Ainda é um risco. Mas a maneira como ele se comportou na qualificação e na corrida em Jeddah, tendo tido apenas uma hora de treini, sugere que o risco é muito menor.”

Os comentários de Steiner representam uma mudança significativa em sua postura, especialmente após um ano desafiador para a Haas em 2021 com Mick Schumacher e Nikita Mazepin. O sucesso de Bearman na Fórmula 2 e sua recente performance como substituto na F1, sob a bandeira da prestigiosa Academia de Pilotos da Ferrari, agora o colocam como um candidato sério para vagas na próxima temporada, possivelmente despertando o interesse de outras equipes além da Scuderia.

Steiner acredita que a demonstração de habilidade de Bearman em Jeddah removerá muitas dúvidas de potenciais empregadores sobre o que ele é capaz de fazer. “Ele está em uma boa posição, já que no final deste ano há muitos contratos terminando com pilotos, então ele pode se colocar em uma posição favorável.”