F1: Vasseur acredita que Sainz poderia ter lutado por mais na Austrália

Na Fórmula 1, durante o Grande Prêmio da Austrália, Ferrari parecia ter uma chance de conquistar a pole position por um longo tempo. Contudo, no final, Carlos Sainz acabou ficando apenas atrás de Max Verstappen, o que significa que o piloto espanhol terá que iniciar a corrida logo atrás. Apesar disso, Fred Vasseur, chefe da equipe Ferrari, acredita que poderia ter havido mais oportunidades para Sainz, conforme compartilhou com o F1TV.

Nas sessões de treinos livres, Charles Leclerc impressionou ao registrar o tempo mais rápido por duas vezes, superando Verstappen. Já na classificação, foi Sainz quem se mostrou particularmente competitivo. Apesar de eventualmente ter que ceder a pole position para Verstappen, é evidente que a Ferrari demonstrou velocidade neste fim de semana.

Vasseur também acredita no bom desempenho de sua equipe neste fim de semana. No entanto, ele prefere não especular sobre os motivos específicos dessa performance: “É sempre uma questão de centésimos ou, no máximo, décimos de segundo. De uma volta para outra, você pode parecer um herói ou um zero. Mas temos que prestar atenção nisso. Estamos realmente focados no fato de que temos que melhorar o carro para fazer um trabalho melhor, em vez de pensar nos possíveis resultados da classificação, porque essa não é a abordagem correta.”

Quando questionado se Sainz poderia ter superado Verstappen, o chefe da equipe Ferrari pondera: “Sempre. Mas é verdade que hoje, Carlos teve uma boa última volta antes de um pequeno erro. Potencialmente tinha a possibilidade de lutar por mais. Mas o mesmo vale para Charles. Mas OK, agora vamos nos concentrar em amanhã. Ontem tivemos um stint longo decente, eu diria. É uma boa oportunidade amanhã para marcar pontos. A corrida será difícil com os pneus. E até agora, mostramos boa consistência.”