F1: “Todas as opções estão abertas”, afirmou Seidl sobre segunda vaga na Sauber

O mercado de pilotos na Fórmula 1 segue agitado com o fim de vários contratos no final deste ano. Mesmo a futura equipe Audi, que substituirá a Sauber (Stake F1 Team) a partir de 2026, ainda analisa suas opções.

A chegada de Nico Hulkenberg a partir de 2025 já confirma um dos assentos da equipe. O alemão sairá da Haas e vai para a Sauber no próximo ano, continuando com a Audi em 2026.

O CEO da Sauber, Andreas Seidl, justificou a escolha de Hulkenberg: “Sua consistência e velocidade nos convenceram. Nico trará muito para a equipe Audi, com sua experiência e personalidade.”

“Ele será importante na nossa transformação, mas a velocidade é crucial. É impressionante como ele se sai bem nas sessões de classificação e corridas. Por isso, não queríamos esperar mais. Nico também estava ansioso para se juntar ao nosso projeto e fazer parte da jornada da Audi na Fórmula 1.”

O piloto que dividirá o box com Hulkenberg ainda é incerto. Há três semanas, rumores davam conta da saída de Guanyu Zhou e Valtteri Bottas da Sauber no final deste ano, mas nada foi confirmado por enquanto. A Audi busca um novo piloto, e Carlos Sainz está no topo da lista. No entanto, o espanhol sonha com uma vaga na Red Bull Racing.

Seidl nega que os pilotos atuais estejam descartados: “Estamos conversando com Bottas e Zhou, e continuaremos avaliando suas performances. Somos gratos pelo que eles fizeram e continuam fazendo pela Sauber. Por outro lado, também olhamos para o mercado, mantendo todas as opções abertas para a decisão final.”

“O mercado de pilotos é imprevisível no momento. Com a chegada de Nico, não temos pressa para o segundo assento. Preferimos analisar o desempenho dos nossos pilotos e dos que estamos considerando. Assim, tomaremos a melhor decisão”, encerrou Seidl.