F1: Schumacher diz que Red Bull precisa definir logo seu segundo piloto para 2025

A Red Bull ainda não definiu sua dupla de pilotos para a temporada 2025 da Fórmula 1. Max Verstappen tem contrato garantido, mas ao seu lado pode haver uma mudança.

De acordo com Ralf Schumacher, ex-piloto da categoria, a equipe precisa tomar uma decisão em breve. “Não acredito que a Red Bull só vá definir o segundo piloto no meio do ano. Agora é a hora de agir, já que Sainz está disponível no mercado”, afirmou Schumacher.

Obviamente o ‘indicado’ para deixar a equipe seria Sergio Perez. Fernando Alonso, que corre pela Aston Martin, também estaria cotado para a vaga. Helmut Marko, consultor da Red Bull, minimizou a urgência da decisão. “Normalmente, em abril, não falamos sobre pilotos. Mas de alguma forma, parece haver muita antecipação. Ainda é cedo para nós”, afirmou.

Schumacher discorda: “Acho que muita coisa ficará clara nas próximas semanas. Perez é o candidato a sair. Alonso também está disponível. É por isso que a Red Bull precisa se decidir agora”.

O bom desempenho de Perez nas últimas corridas pode estar ligado à pressão pela renovação de contrato. “Dá para ver que ele está bem. Talvez o fato de os contratos para o ano que vem estarem em jogo também desempenhe um papel”, disse Marko.

Schumacher acredita que Carlos Sainz não seja a prioridade da Red Bull. “Não acho que Sainz seja a prioridade número um, porque Marko já o dispensou uma vez”, lembrou o alemão, se referindo à passagem do espanhol pela Toro Rosso, equipe júnior da Red Bull. “Na época, Marko o trocou por Verstappen, achando que Max era claramente o melhor piloto. Então, será difícil para Carlos se Marko tomar a decisão”, finalizou Schumacher.