F1: Russell comenta sobre avanço “real” da Mercedes sobre McLaren e Ferrari

George Russell acredita que a Mercedes está avançando em relação à McLaren e Ferrari, batalhando mais com as duas equipes na pista. No entanto, Russell afirma que a Red Bull deve se distanciar mais, principalmente nos circuitos europeus.

No GP do Canadá, a Mercedes obteve bons resultados. A pole position de Russell, e depois, na corrida, o jovem de 26 anos até liderou, mas alguns erros tomaram a sua vitória. O britânico se recuperou para terminar em P3 e seu companheiro Lewis Hamilton terminou em P4.

No entanto, quando a F1 retornar à Europa no próximo fim de semana, o britânico espera que a vantagem da Red Bull retorne.

“Red Bull teve um período difícil nas últimas corridas, mas ainda assim eles venceram duas das últimas três,” disse Russell. “Então, eu espero que eles se movam em breve quando voltarmos para a Europa e os circuitos tradicionais”.

O GP do Canadá foi especialmente positivo para a Mercedes, que se encontrou em posições altas em todas as sessões do final de semana, incluindo a corrida de domingo.

A Mercedes teve atualizações na sua asa dianteira, que deu um empurrão positivo no W15, aumentando o desempenho, e assim convencendo Russell de que sua equipe tem verdadeiras chances de lutar na frente do pelotão, com McLaren e Ferrari.

“Acho que nosso avanço em termos de desempenho é real,” afirmou Russell. “Isso nos permite lutar de forma mais consistente com a McLaren. Esperamos poder alimentar ainda mais essa luta com Max e Ferrari também, embora a Ferrari não tenha tido um bom fim de semana”.

O pódio de Russell veio depois de uma ultrapassagem sobre o seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton. “Nas últimas três voltas, foquei muito nesse pódio porque senti que havia decepcionado a equipe com meus erros,” revelou Russell.

“Como sempre, lutar com o Lewis é muito difícil, mas justo. Você sabe que, quando luta com um dos melhores pilotos de todos os tempos, pode confiar nessa pessoa”.