F1: Russell sobre avanço da Mercedes, “o desempenho é real”

George Russell acredita na evolução da Mercedes, obtendo ganhos “reais” sobre as rivais McLaren e Ferrari, podendo brigar com as equipes nas próximas corridas. No entanto, isso não inclui a Red Bull. 

No GP do Canadá, foi Russell quem conquistou a pole, superando o atual campeão, Max Verstappen. Na corrida, o britânico liderou no início, mas alguns erros o tiraram a possibilidade de vitória, e no fim, terminou em P3, ainda um bom resultado para ele e sua equipe, mostrando boas chances de competir com McLaren e Ferrari. 

“Acho que o nosso passo em termos de desempenho é real. Isso nos permite lutar de forma mais consistente com a McLaren”, afirmou. “Espero que possamos alimentar ainda mais essa briga, embora a Ferrari não tenha tido um bom fim de semana”, completou o piloto.

Apesar dos pontos positivos para se tirar do Canadá, Russell afirmou que espera a dominância da Red Bull voltar nas próximas corridas. 

“A Red Bull passou por momentos muito difíceis durante as últimas corridas, mas ainda assim venceu duas das últimas três”, disse. “Imagino que eles tomem uma atitude em breve, quando voltarmos à Europa e aos circuitos tradicionais”, completou ele sobre a equipe.

O pódio de Russell no Canadá veio depois de uma ultrapassagem sobre seu companheiro e sete vezes campeão mundial, Lewis Hamilton. O piloto de 26 anos sentiu que decepcionara a equipe, e por isso se esforçou para garantir ao menos o P3. “Nas últimas três voltas me concentrei e tanto no pódio porque senti que tinha decepcionado a equipe com os meus erros”.

E sobre a batalha com Hamilton, Russell afirmou: “Como sempre, lutar com Lewis é muito difícil, mas justo. Você sabe que quando luta com um dos melhores pilotos de todos os tempos, pode confiar nessa pessoa”, finalizou.