F1: Pilotos da Haas confiantes para corrida no Red Bull Ring

A Haas teve uma sessão de classificação razoável para o GP da Áustria de Fórmula 1, com Nico Hulkenberg terminando em P9 e Kevin Magnussen em P12.

Ayao Komatsu, chefe da equipe: “A corrida Sprint foi muito boa da parte de Kevin. Acho que foi a melhor sequência consistente que tivemos nesta temporada, houve degradação de pneus muito baixa e Kevin administrou muito bem isso. Foi muito competitivo e terminar em 9º também é ótimo, sendo a quinta equipe mais rápida, mas infelizmente não há pontos para marca. Passamos então para a sessão de classificação e sabíamos que se fossemos bem, teríamos boas chances. Nico se classificou em P9 e Kevin em P12, foi um show decente. É muito difícil fazer todas as voltas perfeitas aqui, mas sinto que ambos fizeram um bom trabalho, é um bom lugar para começar”, concluiu.

Hulkenberg: “O Q1 ainda foi um pouco difícil, mas foi um processo para melhorar progressivamente minha sensação com o carro. No Q2 continuamos encontrando tempo, especialmente na última volta, quando realmente importava, e isso nos levou ao top 10. No Q3 não foi perfeito, mas de qualquer forma, os oito primeiros carros à nossa frente não estão em nossa disputa amanhã, então acho que maximizamos tudo. Esta manhã Kevin teve um ritmo muito decente, ele conseguiu se afastar da Aston Martin e da Alpine, então não acho que precisamos ter medo ou nos esconder, acho que temos um pacote decente para o pelotão intermediário”, acrescentou.

Magnussen: “Estava muito apertado na pista, não aconteceu nada, só não funcionou na primeira tentativa. Foi novamente uma sessão de classificação limpa, o que é realmente um grande ponto positivo. Não estou me achando tão competitivo com pneus macios em comparação com os outros compostos, então isso é algo para se olhar. Na corrida, espero que não estejamos com os macios, mas estamos em uma posição de largada decente para buscar alguns pontos amanhã”, finalizou.