F1: Piastri assume culpa por desempenho abaixo do esperado

Oscar Piastri não escondeu a frustração com o sexto lugar na sessão de classificação para o GP do Japão de Fórmula 1. O piloto, que chegou a largar em segundo no mesmo circuito em 2023, lamentou a dificuldade para encontrar o ritmo ideal com o carro.

“Não diria que foi uma sessão consistente. Tive problemas para encontrar o ritmo a partir do Q2, principalmente no setor intermediário. Não foi meu melhor dia, mas vamos ver o que podemos fazer amanhã”, disse Piastri logo após a sessão.

O jovem piloto destacou a rápida degradação dos pneus como um desafio para todos os competidores: “É complicado para todos. Com os carros cada vez mais rápidos, fica difícil não exigir demais dos pneus. Definitivamente temos pontos no carro que precisam ser melhorados, mas vendo o desempenho de todos, inclusive da Red Bull, percebo que não está fácil para ninguém. O aumento da velocidade coloca cada vez mais estresse nos pneus, tornando tudo mais desafiador”, acrescentou.

Piastri também comentou o desempenho da equipe no ano passado: “Em 2023, fomos o segundo mais rápido. Esse fim de semana, também fomos o segundo mais rápido, mas os pilotos fazem a diferença, e eu não a fiz hoje. A competição está acirrada, e espero que continue assim amanhã”, finalizou o piloto australiano.