F1: Ferrari estuda nova tecnologia nos freios da Red Bull

O imbatível RB19 da Red Bull dominou a temporada 2023 da Fórmula 1, deixando a concorrência coçando a cabeça atrás de seus segredos. Para Enrico Cardile, diretor técnico de chassis e aerodinâmica da Ferrari, parte da resposta pode estar escondida nas pinças de freio do carro campeão.

Em 2022 o RB18 já era excelente, mas um pouco pesado. Com o RB19, o foco principal foi reduzir o peso do carro, o que aparentemente deu certo. Rumores afirmam que parte do sucesso se deve à introdução de uma nova tecnologia nas pinças de freio, que teria deixado os componentes da Red Bull (e de algumas equipes que a seguiram) menores.

Quando questionado pelo Auto, Motor und Sport sobre a abordagem mais conservadora da Ferrari, que não adotou a nova tecnologia, Cardile desmentiu a história das pinças menores. “Não acho que as outras equipes tenham pinças de freio menores”, disse ele, descartando a teoria da miniaturização do componente. “Esse é um componente considerado de código aberto. Se uma equipe muda algo, precisa compartilhar os planos de design CAD com todos. Nós podemos ver os planos. Claro, também estudamos fotos. Até onde consigo ver, o tamanho das pinças de freio é quase o mesmo em todas as equipes.”

Cardile, porém, reconheceu o potencial da nova tecnologia: “A Red Bull introduziu uma nova tecnologia este ano que difere do que a Mercedes e nós usamos há alguns anos. Pode ser que essas novas pinças ofereçam uma vantagem de peso. É preciso analisar isso. Mas se a peça é um milímetro maior ou menor, não faz diferença.”

Ao invés de focar na dimensão exata das pinças, Cardile destaca o princípio por trás da inovação da Red Bull, que foi a redução de peso. A Ferrari, portanto, não descarta estudar a tecnologia e potencialmente implementá-la em seu carro futuramente.

Essa disputa pelo segredo da vantagem da Red Bull em 2023 promete novos capítulos nos bastidores da Fórmula 1. Enquanto a Ferrari investiga a novidade do sistema de freios, outras equipes certamente seguirão observando de perto, ansiosas por encontrar qualquer brecha para desafiar o domínio da Red Bull na próxima temporada.