F1: Diretor da Mercedes, James Alisson, rejeita comparações com Adrian Newey

O diretor técnico da Mercedes, James Allison, criticou a ideia de atribuir títulos a membros da equipe, afirmando que é “completamente absurdo” que os pilotos não sejam devidamente creditados por suas vitórias. Ele também desconsiderou comparações com Adrian Newey.

Adrian Newey é amplamente reconhecido como um dos maiores projetistas que a Fórmula 1 já viu, com títulos conquistados com Williams, McLaren e agora Red Bull.

No entanto, James Allison também possui uma carreira de sucesso na Fórmula 1, contribuindo para conquistas de títulos na Ferrari, Renault e Mercedes. Ele enfatizou que não considera o sucesso como algo próprio, mas sim resultado do trabalho em equipe.

“A pessoa não faz um carro, uma equipe faz um carro. Aqui são 1300 pessoas, e todos precisam desempenhar seu papel. Sim, eu tenho meu papel, mas é apenas um papel”, afirmou Allison.

Ele destacou que Adrian Newey teve um papel mais direto em suas conquistas, pois foi diretor técnico em todas as equipes campeãs sob sua liderança.

Allison também enfatizou a importância de reconhecer o papel dos pilotos na conquista de títulos, afirmando que eles merecem crédito por suas vitórias.

“Eu diria algo muito diferente para um piloto. Um piloto precisa vencer”, disse Allison. “Mas um engenheiro em uma equipe ou qualquer membro da equipe faz parte do time, e é um trabalho em equipe. Isso é o que torna o esporte interessante. Se fosse uma coisa individual, seria muito menos valorizado.”