F1: Bearman pilota Haas durante sessão de treinos livres na Espanha

A primeira sessão de treinos livres da Haas contou com Oliver Bearman na pista ao lado de Kevin Magnussen. O jovem piloto da academia Ferrari ficou em P19 e o dinamarquês, um pouco mais rápido, ficou com P17.

No TL2, Hulkenberg voltou ao seu assento e terminou a sessão em P12, e Magnussen foi mais rápido mais uma vez, terminando em P11. Confira o que os pilotos e o chefe de equipe tiveram a dizer depois dos treinos.

 

Nico Hulkenberg:

“Foi uma sessão tranquila sem problemas, mas apenas o TL2 para mim hoje. Me senti relativamente bem imediatamente com o carro, especialmente em uma volta rápida. Nas corridas longas, acho que temos trabalho a fazer, pois precisamos encontrar alguma harmonia e equilíbrio. Minha primeira impressão é que nosso ritmo em uma volta é definitivamente mais forte para nós, mas em Barcelona a corrida é longa e, se não tivermos um bom carro de corrida, será uma corrida difícil e longa. Vamos seguir em frente e ver o que o fim de semana tem a oferecer.”

 

Kevin Magnussen:

“Acho que hoje foi razoável, mas mais importante é que as corridas longas pareceram boas para mim, embora eu não tenha visto nenhum dado ou tempos de volta. Barcelona costumava ser a pista referência para a temporada, mas hoje temos mais circuitos de rua, então essas pistas estão se tornando menos e menos similares ao circuito médio. Nas seções de alta velocidade, não esperávamos ser tão competitivos aqui, então estou animado para ver se podemos manter esse nível de competitividade ou se foi apenas circunstancial.”

 

Oliver Bearman:

“Foi bom voltar ao VF-24 aqui em Barcelona. Eu realmente me diverti, foi bom voltar à velocidade novamente em um carro de Fórmula 1 e ver as capacidades em uma pista como esta, especialmente com muitas curvas de alta velocidade. Completamos o programa que queríamos, que é o objetivo principal, e me senti muito feliz e confiante no carro. Já estou ansioso para a próxima em Silverstone.”

 

Ayao Komatsu, Chefe de Equipe:

“No geral, acho que foi um bom dia. No FP1, tivemos alguns testes aerodinâmicos para coletar dados, o que conseguimos completar. Ollie estava no carro e, como antes, ele fez um trabalho muito bom, então não podemos culpá-lo. No TL2, Nico voltou ao carro ao lado de Kevin, e acho que fizemos boas mudanças entre o TL1 e o TL2 com o feedback de Kevin, modificando um pouco a configuração dele. O ritmo em corridas longas pareceu bom, assim como o ritmo em baixa carga de combustível. Temos mais trabalho para fazer esta noite, mas foi um bom começo para o fim de semana.”