F1: Alonso discorda da penalidade que recebeu por incidente com Russell

Fernando Alonso continua insatisfeito com a penalidade que recebeu no GP da Austrália de Fórmula 1. O piloto da Aston Martin foi penalizado por ter ‘provocado’ o acidente de George Russell, ao ter freado antes do normal em uma curva, mas alega inocência no incidente.

Em entrevista no Japão, Alonso se declarou ‘100% convencido’ de que a punição só foi aplicada devido à gravidade do acidente do rival.

“Se estivesse em Abu Dhabi com espaço na pista (área de escape), acho que George voltaria para a corrida. Alguns metros depois, ele tentaria me ultrapassar na volta seguinte ou na reta”, afirmou Alonso.

O espanhol acredita que, em circunstâncias diferentes, não haveria problemas. Apesar da discordância, Alonso aceitou a penalização e sua equipe não recorreu da decisão.

Além de questionar sua culpabilidade, Alonso criticou a organização do GP da Austrália. Segundo o piloto, o local do acidente ‘certamente não é a curva mais segura do circuito’.