Stock Car: primeira pole do ano na Corrida Principal é de Felipe Baptista com a Texaco

Neste sábado (2), Felipe Baptista, piloto da Texaco Racing, voltou a mostrar ótimo desempenho na pista goiana do Autódromo Internacional Ayrton Senna, onde acontece a primeira etapa da Stock Car, que abre a temporada 2024. O jovem de 20 anos, a bordo do Toyota Corolla #121, dominou a classificação, liderando as três sessões da disputa: Q1, Q2 e Q3, esta última ocorreu já com trechos molhados na pista, e pouco antes da forte chuva que caiu em Goiânia. Ainda no Q1, o piloto Texaco anotou a quebra de recorde da pista (1:26.823).

Com sua volta voadora, Felipe garantiu o lugar de honra no grid para a Corrida Principal, que acontece neste domingo (3), com largada às 12h e transmissão ao vivo pela Rede Bandeirantes, SporTV, StockCar Channel e no portal Motosport Brasil. A conquista da pole garantiu 2 pontos ao jovem piloto da Texaco Racing.

Felipe Baptista comemorou demais com a Texaco Racing. “Estou muito feliz com a pole. Fizemos tempos muitos bons nas três sessões do classificatório. Foi algo que conquistamos a cada volta, a cada treino. O carro estava muito bom, e o time mandou bem demais hoje, e eu tenho que agradecer bastante por isso. Fazer a pole é sempre bom e ainda na primeira prova do ano, é para comemorar muito. Estou muito confiante para a disputa de amanhã, e vamos buscar a vitória”, comemorou o piloto de 20 anos, que largará da posição de honra no grid na Corrida Principal, deste domingo, às 12h.

O chefe de equipe, William Lube, elogiou a atuação de seu pupilo e o trabalho de todo o time. “A classificação foi ótima, melhor impossível. O carro ‘acordou’ feliz e o piloto também, e viemos fortes no Q1, Q2 e Q3. E, começar o ano na frente é muito bom. Amanhã vamos trabalhar bem a estratégia dos pushs para buscar o resultado”, enfatizou o experiente chefe de equipe.

Corrida Sprint

O resultado do classificatório colocou Felipe Baptista em 12º lugar no grid invertido para a Corrida Sprint, que aconteceu também neste sábado, poucas horas após a classificação. Na primeira corrida do ano, o no novo formato da Stock Car foi finalmente testado. A disputa teve 30 minutos de duração + uma volta e contou com a realização de um pit-stop para a troca obrigatória de um pneu. O calor voltou a tomar conta de Goiânia, a pista secou praticamente toda e foi neste cenário que a prova Sprint aconteceu. A disputa foi muito movimentada, do começo ao fim. E marcada por toques, batidas, rodadas e pit-stops conturbados.

Felipe Baptista, piloto da Texaco Racing, que na corrida deste sábado saiu do 12º lugar, devido à inversão do grid, fez boa largada, porém ainda nas primeiras voltas teve incidentes de corrida, foi para a grama e rodou. Perdeu muitas posições, ainda assim, conseguiu voltar com seu Corolla #121 à disputa. Na saída do pit stop, levou um toque de um concorrente, fato que contribuiu para que Felipe não conseguisse brigar por mais posições. O paulista encerrou a Corrida Sprint na 20ª posição e somou 12 pontos.

“A corrida foi um pouco complicada, largar do meio do grid não é fácil, levei alguns toques, rodei, e na saída do pit-stop acabei sendo tocado por outro competidor, e isso nos tirou qualquer chance de recuperação na prova. Ainda assim, somei alguns pontos importantes. Mas amanhã é um novo dia, e estou animado para a Corrida Principal”, concluiu.

O chefe da equipe Texaco Racing também comentou sobre os incidentes. “Nossa ideia na Corrida Sprint era buscar o máximo de pontos possíveis, economizando os pushs, mas os incidentes da prova diminuíram as nossas chances, porém, conseguimos pontuar e agora vamos focar na corrida de amanhã”, finalizou William Lube.