Os outros heróis da Stock Car em 2023

A Stock Car Pro Series voltou a entregar um campeonato emocionante em 2023, com momentos inesquecíveis e grandes corridas. Muito além da excelente campanha do campeão Gabriel Casagrande, da equipe A.Mattheis Vogel, uma análise da temporada revela os vários heróis de um ano espetacular. Confira as informações levantadas também pela Audace Tech Racing Manager.

Os maiores vencedores
Com 24 largadas, a temporada produziu nada menos que 12 vencedores diferentes — com dois deles triunfando pela primeira vez na categoria. Gabriel CasagrandeDaniel Serra e Ricardo Zonta, os três primeiros colocados no campeonato, além do argentino Matías Rossi, fecharam o calendário com três vitórias cada. Thiago Camilo cruzou a linha de chegada na frente em duas oportunidades e chegou a 39 conquistas na Stock Car, tornando-se o piloto com mais primeiros lugares em atividade na categoria.
1º – Gabriel Casagrande, Daniel Serra, Ricardo Zonta e Matías Rossi, 3 vitórias
5º – Thiago Camilo, Ricardo Maurício, Átila Abreu e Felipe Massa, 2
9º – Rubens Barrichello, Dudu Barrichello, Cesar Ramos e Bruno Baptista, 1

Quem mais largou na frente
Felipe Fraga esteve entre os finalistas, lutou pelo título e se destacou, entre outros quesitos, como o piloto que mais vezes largou na frente em 2023. O Troféu Pole Position Snapdragon, conquistado três vezes por ele, representa o ápice da performance de um piloto no fim de semana, com a volta que garante a posição de honra em uma etapa na Stock Car, que constantemente reúne de 25 a 30 pilotos no mesmo segundo em uma sessão classificatória.
1º – Felipe Fraga, 3 poles *
2º – Gabriel Casagrande, Bruno Baptista e Ricardo Zonta, 2
5º – Thiago Camilo, Matías Rossi e Cesar Ramos, 1
* Não são consideradas poles quando um piloto larga na frente na Corrida 2 em razão da regra do grid invertido.

Quem mais foi ao pódio
Nas 24 largadas, Gabriel Casagrande e Felipe Fraga figuraram entre os três primeiros em sete corridas cada um. Daniel Serra, Ricardo Zonta, Felipe Massa e Rubens Barrichello levaram cinco troféus para casa. E Ricardo Maurício, um dos pilotos que visitou o pódio em quatro oportunidades, quebrou mais um recorde, agora como o competidor em atividade com mais top-3 na Stock Car (89), ficando a apenas dois de igualar o segundo nome na estatística geral da categoria, Paulo Gomes.
1º – Gabriel Casagrande e Felipe Fraga, 7 pódios
3º – Daniel Serra, Ricardo Zonta, Felipe Massa, Rubens Barrichello, 5
7º – Matías Rossi, Átila Abreu, Ricardo Maurício, Rafael Suzuki, 4
11º – Cesar Ramos e Gianluca Petecof, 3

Os mais velozes
Ricardo Zonta repetiu a sua própria marca, alcançada em 2022, e registrou quatro voltas mais rápidas na Stock Car na última temporada, sendo a derradeira delas na Super Final BRB, na qual largou na pole position e venceu em Interlagos. Além do paranaense, Nelson Piquet Jr. também terminou quatro corridas do campeonato tendo o melhor tempo.
1º – Ricardo Zonta e Nelson Piquet Jr., 4 voltas mais rápidas
3º – Gabriel Casagrande, Daniel Serra, Ricardo Maurício, Thiago Camilo, Felipe Fraga, 2

O mais eficiente
Matías Rossi assegurou a melhor performance combinada em uma etapa do campeonato. Em Interlagos, na quinta rodada da temporada 2023, o competidor marcou 50 dos 56 pontos em disputa depois de cravar a pole, vencer a Corrida 1 e terminar a segunda prova em terceiro lugar. No total, registrou 89,2% dos tentos em jogo, levando para casa o Troféu Vivo Man of the Race.
1º – Matías Rossi (Interlagos, etapa 5), 50 pontos (89,2%)
2º – Thiago Camilo (Tarumã, etapa 3), 48 pontos (85,7%)
3º – Gabriel Casagrande (Interlagos, etapa 2), 47 pontos (83,9%)
4º – Gabriel Casagrande (Velopark, etapa 8) e Felipe Fraga (Velocitta, etapa 10), 46 pontos (82,1%)

A melhor equipe
Pela 12ª vez na Stock Car, a Eurofarma RC fechou uma temporada com o título de melhor equipe. Trata-se de uma façanha e tanto levando em conta a competitividade da categoria e também a força dos demais times do campeonato. A Ipiranga Racing foi a vice-campeã. E a RCM Motorsport, coirmã da Eurofarma RC, terminou o campeonato de equipes em terceiro lugar, superando a A.Mattheis Vogel por somente um ponto (459 x 458).
1º – Eurofarma RC, 497 pontos
2º – Ipiranga Racing, 470
3º – RCM Motorsport, 459
4º – A.Mattheis Vogel, 458
5º – Pole Motorsport, 427

Novos vencedores
Dos 12 que subiram ao topo do pódio em 2023, dois estrearam na galeria de vencedores na Stock Car. Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time) arrancou uma conquista surpreendente em Cascavel. Na mesma pista, Felipe Massa (Lubrax Podium Stock Car Team) subiu ao topo do pódio com uma vitória contundente. O ex-Fórmula 1 repetiu a dose na última corrida do ano, na Super Final BRB, em Interlagos. Agora, a Stock Car tem 77 vencedores diferentes em sua história.

Números que refletem equilíbrio
A Stock Car 2023 entregou muitos outros momentos em que sua competitividade foi evidenciada em cores vivas. Em Goiânia, na sessão classificatória da etapa inaugural do campeonato, por exemplo, nada menos que 30 carros andaram no mesmo segundo no circuito misto. Novamente no Planalto Central, mas no anel externo, em julho, outro número espetacular: 23 pilotos ficaram separados por menos de meio segundo (0s488) no Q1 da classificação.
1ª – Goiânia, 7ª etapa, 23 carros em 0s488 (30 em 0s711)
2º – Velopark, 8ª etapa, 22 carros em 0s493 (30 em 0s925)
3º – Goiânia, 1ª etapa, 30 carros em 0s987
4º – Cascavel, 4ª etapa, 29 carros em 0s814
5º – Velocitta, 6ª etapa, 28 carros em 0s896