Muggiati encara mudanças como positivas em ano de estreia na Stock Car

Mais novo integrante do grid da Stock Pro Series, o paranaense Zezinho Muggiati recebeu positivamente as mudanças no formato das etapas anunciadas esta semana pela promotora Vicar. A temporada começa no dia 2 de março, no Autódromo de Goiânia.

A primeira mudança confirmada é no formato de classificação, que terá os pilotos avançando do Q1 para o Q2 de acordo com os grupos e não mais nos tempos obtidos em cada sessão.

“Isso é muito bom porque evita que um grupo possa ser beneficiado por alguma mudança na pista, como chuva, óleo, ou qualquer outra coisa. Agora teremos dez carros de cada grupo avançando, independentemente do tempo obtido”, analisa o piloto que no ano passado foi campeão da Stock Series.

Já nas corridas também haverá alteração. A corrida 1 será disputada no sábado, com duração de 30 minutos e inversão dos 12 primeiros colocados do classificatório, enquanto a corrida 2 será disputada no domingo, com duração de 50 minutos.

“Acredito que um formato que facilita mais para o público acompanhar e para valorizar quem vence a corrida 1. Além disso, é muito importante a diferença de dia entre as corridas para um piloto novato como eu, para que possa entender melhor o pace de corrida, conversar mais com a equipe e analisar melhor os dados”, comentou Zezinho Muggiati que tem o patrocínio do Grupo Potencial, FoxLux/Famastil, Paybrokers, Philco, Pinho, BRG, The Basement, Motorfix, Sanepar, Copel e Prefeitura de Curitiba através dos projetos de incentivo ao esporte.

A categoria também alterou o formato de pontuação. Agora, o vencedor da corrida sprint somará 55 pontos, enquanto o vencedor da corrida do domingo terá 80 pontos. O pole da etapa leva dois pontos. Para efeito de definição do campeão, os pilotos poderão descartar apenas dois de seus piores resultados.