Gianluca Petecof tem dia de adaptação à nova dinâmica da Stock Car em Goiânia

Após meia década de mudanças cosméticas no seu regulamento, a Stock Car abre a temporada 2024 neste fim de semana em Goiânia com alterações expressivas no formato da competição.

Entre outras mudanças, foram alterados o formato do treino classificatório, houve desmembramento das rodadas duplas uma sprint race (no sábado) e a corrida principal (domingo), os acionamentos do botão de ultrapassagem ficaram bem mais curtos, mudaram os assoalhos dos carros e há novo fornecedor de componentes dos freios.

Com tantas novidades, o piloto Shell Gianluca Petecof tratou de dedicar os dois primeiros dias de pista ao entendimento do novo cenário com a equipe Full Time.

Depois de muito trabalho com os freios entre os treinos livres de sexta-feira e o quali de sábado, o estreante da temporada 2023 encarou uma jornada desafiadora no sábado, com seu Toyota Corolla #101 padecendo de falta de velocidade em alguns trechos.

Petecof ficou pelo Q1 no treino classificatório e largou em 24º na sprint race. Ele chegou a avançar até 14º antes do seu pit-stop obrigatório, realizado na volta 8.

Com o pelotão restabelecido após todos pararem, na volta 15, Petecof aparecia em 22º lugar, posição em que recebeu a bandeirada.

“Estamos em um processo de adaptação neste fim de semana. Está estreando um novo formato, agora com uma corrida no sábado e no domingo, novo formato da classificação e a nova dinâmica dos pushes. Eu concordei com as mudanças do formato, tira a desigualdade de condições entre os grupos. Ainda não tem sido nosso fim de semana, não consegui encontrar a velocidade que eu estava esperando desde o começo, ainda não temos muitas respostas. Mas, feliz em ter voltado, em ter minha família aqui comigo e vamos em busca de solucionar esse problema para amanhã e caso não dê certo, vamos buscar acertar para o restante do ano”, disse Petecof.

Ele larga novamente da 12ª fila na corrida deste domingo, com previsão de 50 minutos mais uma volta