Em sprint eletrizante, Di Mauro vence corrida 1 da quinta etapa da Stock Car

Neste sábado (29), foi realizada a corrida sprint da quinta etapa da Stock Car. A prova, que foi realizada no Autódromo Velocitta, teve como vencedor Gaetano Di Mauro, que faturou sua segunda vitória na temporada 2024.

Com Felipe massa na liderança, por conta da inversão no grid do treino classificatório, a prova começou com o atual campeão Casagrande batendo e perdendo o controle do carro nas primeiras voltas, gerando a saída do competidor da disputa. Massa largou bem, enquanto Camilo e Suzuki seguiam na cola.

O começo de prova também contou com escalada de Nelson Piquet Jr e Rubens Barrichello. Os dois ex-pilotos da F1 subiram mais de 5 posições nas primeiras voltas. Com a roda traseira danificada, Cacá Bueno também teve que deixar a corrida.

Apesar da dificuldade nos dois primeiros setores do Velocitta, Massa seguiu liderando o pelotão. Com bela ultrapassagem em Suzuki, Di Mauro assumiu a segunda colocação e começaria a caça pelo primeiro lugar. Logo em seguida, Dudu Barrichello também aproveitou queda de ritmo de Suzuki para tomar o terceiro lugar.

Na volta 11, na entrada para os boxes, Raphael Teixeira, que já estava deixando a disputa, reduziu velocidade e Suzuki, que não estava muito distante do veículo, colidiu na parte traseira do carro.

Após a parada obrigatória, Di Mauro voltou na liderança e Dudu Barrichello assumiu a segunda colocação. Já Felipe Massa, teve problema no pit stop e consequentemente acabou caindo no grid para a quarta posição. Faltando menos de 8 minutos de prova, Di Mauro ampliava vantagem na pole.

Com o radiador furado, Suzuki acabou tendo dificuldades para permanecer na prova. O piloto, que liderava o campeonato até sexta-feira, teve que abandonar a segunda corrida em dois dias, desperdiçando pontos importantes na maratona de Mogi Guaçu.

E sem grande pressão, mantendo o ritmo de ponta a ponta no Velocitta, Di Mauro recebeu a bandeirada na primeira colocação. Dudu Barrichello e Thiago Camilo completaram o pódio da sprint. Felipe Massa (4º), Guilherme Salas (5º), Felipe Baptista (6º), Cesar Ramos (7º) e Felipe Fraga (8º), Ricardo Maurício (9º) e Bruno Baptista (10º) completaram o top-10.

Terminaram a prova sem pontuar, Suzuki (25º), Raphael Teixeira (26º), Allam Khodair (27º), Cacá Bueno (28º) e Gabriel Casagrande (29º).