Dudu Barrichello tem fim de semana difícil no Velocitta, mas mira retorno a Cascavel, onde venceu a primeira

Foi um fim de semana difícil para Dudu Barrichello na décima e antepenúltima etapa da temporada 2023 da Stock Car. No autódromo do Velocitta, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo, o piloto de 21 anos estava animado, mas uma série de revezes acabou com suas expectativas. No fim, o 10º lugar na segunda corrida foi o melhor resultado conseguido por ele, que tinha expectativas maiores para a etapa.

Tudo começou no sábado. Com um carro bem acertado pela equipe Full Time Sports, Dudu Barrichello foi um dos primeiros a entrar em uma pista que estava secando. Chegou a marcar o tempo mais rápido no grupo 1 do Q1, mas na sequência, seu carro apagou pouco antes da última curva do Velocitta. Com isso, o piloto do Toyota Corolla #91 teve de se contentar apenas com a última posição do grid de largada.

Na primeira corrida de domingo, do piloto do carro apoiado pela Mobil, ALE Combustíveis, Fini, Toyota Gazoo Racing, Porto, Kintto, HB e Lwart fazia uma bela corrida de recuperação. Estava em nono, quando um acidente na última volta da janela de pit stop provocou a entrada do safety car. E pegou Dudu no meio da pista, não permitindo que ele entrasse para fazer o procedimento obrigatório. Com isso, teve de realizar o pit stop após a relargada e perdeu muitas posições, chegando em 27º.

Já na segunda corrida, Dudu avançou mais uma vez e ganhou 16 posições ao longo dos 30 minutos mais uma volta da segunda corrida do dia. O piloto da Full Time terminou em 10º para salvar alguns pontos em um fim de semana em que quase tudo deu errado. Agora é analisar os problemas para tentar avançar no fim da temporada.

A próxima etapa da categoria está marcada para o fim de semana de 25 e 26 de novembro, no Cascavel, no interior do Paraná. Na primeira passagem da Stock Car pela pista neste ano, Dudu Barrichello tem boas lembranças: conseguiu sua primeira vitória da disputa da segunda corrida do domingo.

 

O que ele disse:

“Foi um fim de semana muito difícil para a gente. Tivemos problema no primeiro dia e não conseguimos andar. Depois os meninos fizeram um grande trabalho, passaram a noite trocando todo sistema de freios. Aí fizemos P2 no treino livre do sábado, o que foi animador. Mas na primeira volta do quali meu carro quebrou. Aí hoje larguei em último e, saindo de trigésimo, o objetivo era completar a corrida sem bater em ninguém nem nada. Fui com pneu de treino, abasteci bem e trabalhamos com foco total na corrida 2. Aí na segunda prova conseguimos avançar alguma coisa, mas a verdade é que a performance não estava ideal. O carro estava muito difícil de guiar e eu fiquei ainda sem água sofrendo um pouco com o calor. No fim 11º na corrida 2 foi o que conseguimos trazer hoje. Vamos analisar tudo que aconteceu de errado, para acertarmos nas próximas.”
Dudu Barrichello