Candidato ao título, Zonta é pole na Super Final da Stock Car em Interlagos

O segundo capítulo da Super Final BRB foi escrito na quente tarde deste sábado (16) no Autódromo de Interlagos. Em sessão classificatória emocionante e bastante equilibrada, a Stock Car Pro Series cravou três finalistas no top-3 do grid de largada. Ricardo Zonta anotou a pole position pela segunda vez na temporada com uma performance bastante consistente. A bordo do Toyota Corolla #10, o piloto da RCM Motorsport, que venceu em Interlagos no mês de julho, registrou 1min41s437. Foi a sétima pole do paranaense de 47 anos, ex-Fórmula 1, na Stock Car.

Zonta se emocionou e não escondeu as lágrimas depois de ter vivido momentos difíceis horas antes e agradeceu a Deus pelo feito alcançado. “É difícil falar a emoção que estou sentindo. Tanta coisa aconteceu hoje: depois dessa madrugada, meu olho acordou totalmente inchado; depois, o carro ficou falhando no treino de hoje. Só posso dizer que foi a mão de Deus para fazer a pole. As coisas não estavam caminhando na direção certa, e agora só posso dizer que a equipe me deu o carro mais rápido para fazer a pole e tentar a vitória amanhã. Isso aqui só me fortalece”, disse o curitibano.

Com a pole em Interlagos, Zonta marcou dois pontos extras de bonificação e empatou com Rubens Barrichello. Ambos somam 239 tentos cada, mas Ricardo sobe para sexto na tabela do campeonato pelo primeiro critério de desempate (número de vitórias). Entretnto, a diferença que o separa do líder da tabela, Gabriel Casagrande, ainda é grande: 47 pontos.

Outros dois finalistas também se destacaram nesta tarde: Rafael Suzuki fez sua melhor classificação na temporada e garantiu o segundo lugar no grid com o Chevrolet Cruze da Pole Motorsport. O paulista fechou a fase final da classificação com apenas 0s048 atrás do tempo do pole, enquanto Casagrande (A.Mattheis Vogel), campeão de 2021, também conseguiu passar para o Q3 e partirá da terceira posição do grid neste domingo.

Entre os demais candidatos ao título, Thiago Camilo (Ipiranga Racing) vai largar da sétima colocação, logo à frente do tricampeão Daniel Serra (Eurofarma RC), oitavo no grid da Corrida 1. O duas vezes campeão Rubens Barrichello (Mobil Ale Full Time) e Felipe Fraga (Blau Motorsport), campeão em 2016, terão de remar e vão abrir a prova em 20º e 26º lugar, respectivamente.

Como foi a classificação — Durante o Q1, Julio Campos foi o mais rápido do grupo 1 e virou 1min41s275 com o Chevrolet Cruze da Lubrax Podium Stock Car Team. O paranaense foi seguido por Bruno Baptista e por Lucas Foresti, que completaram o top-3.

O grupo dos pilotos candidatos ao título foi à pista logo depois para as voltas rápidas no Q1.E foi uma fase bastante interessante e que colocou cinco dos sete finalistas entre os dez primeiros colocados. O melhor deles foi o tricampeão Daniel Serra, que marcou 1min41s070 e terminou o primeiro estágio da classificação como o mais rápido.

Thiago Camilo registrou o segundo melhor tempo do Q1, enquanto Felipe Baptista foi o terceiro. Os finalistas Rafael Suzuki e Ricardo Zonta ficaram em quarto e quinto, respectivamente, enquanto o líder do campeonato, Gabriel Casagrande, assegurou o sétimo melhor tempo no geral. Rubens Barrichello e Felipe Fraga, contudo, não avançaram e foram eliminados.

O segundo segmento da classificação foi igualmente emocionante. Somente 0s097 separaram os quatro primeiros colocados. Zonta repetiu a boa performance da primeira parte da sessão e ficou no topo da tabela, sendo também o primeiro a avançar para o Q3. Também passaram Bruno Baptista e Felipe Baptista, além de mais dois finalistas: Suzuki e Casagrande. Julio Campos assegurou a vaga final na luta pela pole. Thiago Camilo e Daniel Serra foram eliminados da classificação e vão largar imediatamente atrás dos seis primeiros, em sétimo e oitavo, respectivamente.

Batalha pela pole — Os primeiros minutos de Q3 deram um indicativo de que dois pilotos tinham mais chance de buscar a primeira posição do grid da Super Final BRB. Suzuki começou forte e mostrou performance para marcar tempo muito bom (1min41s485), que lhe garantiu pelo menos um lugar na primeira fila.

Entretanto, Zonta conseguiu ser ainda melhor. Dono de duas vitórias nesta temporada, o competidor da RCM Motorsport emplacou 1min41s437, tirou a pole de Suzuki e vai largar na frente no desfecho de um empolgante ano de 2023 na Stock Car.

Um dia histórico — Às 14h30 deste domingo, a Stock Car acelera para o momento mais importante do ano: a definição do campeão. A Corrida 1 da Super Final BRB tem início previsto para 14h30, enquanto a segunda e última prova da temporada está marcada para 15h10. As disputas têm 30 minutos de duração mais uma volta.

A Stock Car Pro Series é transmitida ao vivo pela Band na TV aberta, SporTV e BandSports na TV por assinatura, além dos canais oficiais da categoria no YouTube, Facebook e TikTok.