WEC: Fuoco comenta que pista mais seca no final teria dificultado vitória da Ferrari

Um dos mais novos vencedores das 24 Horas de Le Mans pela Ferrari, Antonio Fuoco, afirmou que uma mudança nas condições da pista teria complicado a vitória da equipe. “Acredito que se a condição da pista mudasse e fôssemos mais rápidos, isso seria complicado para nós. Mas acho que, honestamente, [Nicklas] fez um trabalho incrível e gerenciou muito bem”, disse Fuoco ao Motorsport Week após a corrida.

Já Nicklas Nielsen revelou que precisou economizar uma quantidade significativa de combustível para garantir a vitória à frente do Toyota #7 de José María López. “Foi um último stint muito complicado, especialmente com a economia de combustível e tudo o que estava acontecendo”, disse o dinamarquês aos repórteres após a corrida.

Nielsen fez um pit stop na volta 280 para resolver um problema com a trava de uma das portas do carro #50 499P. Este também foi seu último reabastecimento; ele fez um stint de 13 voltas para terminar a corrida, economizando combustível para chegar ao final. Ele teve López o perseguindo durante todo o stint, com o argentino pressionando forte para alcançá-lo até o final da corrida. No entanto, no final, o piloto de 40 anos ficou 14 segundos atrás de Nielsen na bandeirada.

“Eu realmente economizei bastante combustível”, disse o dinamarquês. “Honestamente, eu não pensei muito sobre isso porque se quiséssemos vencer, só tínhamos uma opção: economizar combustível. Então, eu não queria reclamar. Eu só pedi à equipe para me dar uma meta de energia por volta, e foi isso.”

“Eu tive que seguir isso porque, caso contrário, ficaríamos sem energia. E eu estava realmente pressionando nas últimas horas da corrida para manter a temperatura nos pneus e, obviamente, para manter a distância para o Toyota atrás”, concluiu.

A vitória foi um testemunho do excelente gerenciamento de corrida e da estratégia eficaz da equipe Ferrari, destacando a importância da economia de combustível e da manutenção das condições dos pneus durante uma das corridas mais desafiadoras do calendário do WEC.