Ferrari descarta plano de médio prazo para expansão de programa no WEC

A Ferrari já descartou qualquer possibilidade de expansão de seu programa no Mundial de Endurance em médio prazo. Entretanto, a equipe italiana já deixou claro que segue com a intenção de manter três carros para a categoria em 2025.

O responsável pelo braço internacional de Endurance da marca, Antonello Coletta, afirmou que o atual foco é em consolidar as já existentes três entradas para 2025 após tomar a decisão de colocar um terceiro carro na pista, uma entrada satélite da AF Corse ao lado dos já dois carros de fábrica 499P.

No terceiro carro #83, quem está atrás do volante são os pilotos de fábrica Yifei Ye e Robert Schwartzman e o contratado Robert Kubica. inclusive, o trio chegou a liderar a primeira parte das 24 Horas de Le Mans, mas um problema no sistema híbrido os derrubou no pelotão.

Mesmo destacando os benefícios de ter o #83 no grid, Coletta reforçou que não está nos planos incluir um quarto carro no momento. “Fizemos um grande esforço neste ano para implementar o terceiro carro. Tomamos a decisão no meio de novembro, início de dezembro”, falou.

“O terceiro carro era uma complicação, mas estamos felizes com a decisão porque temos a chance de colher mais dados. Podemos ter jovens pilotos que são parte de nossa equipe junto a um piloto experiente. Também podemos deixá-los crescer, identificar seus potenciais. E o mesmo vale para os mecânicos, engenheiros”, continuou.

“O fato de ter uma equipe satélite é certamente útil para nós e é uma chance adicional para o resultado final. Em termos de planos futuros, diria que o terceiro carro está confirmado [em 2025], estará lá no futuro também. Para agora, não estamos planejando nenhum esforço adicional. Queremos consolidar nosso pacote existente”, completou.