Ferrari apresenta primeiras atualizações do 499P em Interlagos

A Ferrari está com planos ambiciosos para a etapa de Interlagos do Mundial de Endurance. A fábrica italiana vai trazer para as 6 Horas de São Paulo suas primeiras atualizações da temporada 2024 aos carros 499P.

O carro LMH, que fez sua estreia no WEC no ano passado, vai contar com um desenho novo dos dutos de resfriamento de freio. Ainda, terão uma mudança aerodinâmica com a introdução de um ajuste sob os faróis, juntamente com um assoalho modificado e ajuste nas asas.

As alterações, que estão sendo introduzidas mais cedo do que o esperado segundo o responsável global de endurance Antonello Coletta, são entendidas como a primeira ‘Evo joker’ usada pelo 499P – as equipes são permitidas usarem cinco durante a vida de um protótipo LMH ou LMDh.

No início do ano, o dirigente chegou a dizer que não era provável que seriam entregues atualizações no carro até 2025.

“Após o excelente resultado em Le Mans, o desafio pelos títulos do campeonato mundial está ainda mais aberto e, na segunda parteda temporada, fazer o nosso melhor para tentar vencer o campeonato em todas as corridas será essencial”, explicou o chefe de carros de corrida de endurance da Ferrari, Ferdinando Cannizzo.

“O circuito de Interlagos verá a estreia das primeiras modificações no 499P. Apesar do excelente desempenho do carro na temporada de 2023, tivemos limitações com o resfriamento dos freios. Portanto, definimos e desenvolvemos um novo projeto de duto de resfriamento no túnel de vento e na pista para alterar a distribuição do fluxo e fornecer maior eficiência”, seguiu.

“A modificação impactou o equilíbrio do 499P, que restauramos ao valor desejado ajustando outras áreas do carro. Especificamente, modificamos a parte inferior da carroceria, ajustamos as alturas de algumas ‘abas’ e introduzimos um ‘flick’ sob os faróis dianteiros. A atualização nos permitiu manter a posição do 499P dentro da ‘janela de desempenho’ especificada pelos regulamentos técnicos”, continuou.

“Não esperamos melhorias nos tempos de volta, mas maior versatilidade e adaptação mais fácil do carro em circuitos onde o desempenho de frenagem é mais exigente e decisivo”, completou.

A Ferrari venceu a edição 2024 das 24 Horas de Le Mans com Antonio Fuoco, Nicklas Nielsen e Miguel Molina e aparece na segunda colocação tanto no mundial de Hypercarros como de pilotos.