Cadillac lidera as 24 Horas de Le Mans restando três horas para o final da prova

A edição número 92 das 24 Horas de Le Mans se encaminham para o final no circuito de La Sarthe. Após 21 Horas de disputa, a prova é liderada pela Cadillac, que tem Álex Palou na pilotagem, e Alex Lynn e Earl Bamber como companheiros. O espanhol, que atua na Indy, está na iminência de uma parada nos boxes e carrega uma vantagem de pouco mais de cinco segundos para o rival mais próximo.

A segunda posição pertence a Ferrari de Miguel Molina, que batalha pela vitória com o Cadillac e com o Toyota número 8, que liderou grande parte da prova e tem Brendon Hartley na terceira posição. Alessandro Pier Guidi, com a outra Ferrari do grid, aparece em quarto, seguido pelo Porsche Penske número 6, que tem Kévin Estre na pilotagem.

José María López aparece na sexta posição com a Toyota, com Callum Ilott, com um Porsche da JOTA, em sétimo. Michael Christensen, com um Porsche Penske, ocupa a oitava posição, seguido por Oliver Rasmussen, nono com outro Porsche da JOTA. Loic Duval, piloto que defende a Peugeot, completa a lista dos dez melhores.

Na LMP2, Rashad de Gérus lidera a prova com a IDEC Sport, com 11 segundos de frente para Vladislav Lomko, segundo com a Inter Europol. Malthe Jakobsen, que defende a Cool Racing, aparece na terceira posição, com Nolan Siegel, da United Autosports, em quarto. Ryan Cullen completa a lista dos cinco melhores com a Vector.

Morris Schuring, com um Porsche da Manthey, lidera entre os GT3, com Augusto Farfus, piloto de um BMW da WRT, com a segunda posição, próximo do líder. Dennis Olsen, com um Ford da Proton, é o terceiro, sendo seguido por Esteban Masson, quarto com um Lexus da Akkodis ASP. Rahel Frey, com um Lamborghini da Iron Dames, fecha o top-5. A Ferrari de Daniel Serra aparece em oitavo, enquanto a McLaren de Nicolas Costa abandonou.

A madrugada foi marcada por um longo período com o Safety Car na pista, iniciado ainda na 12ª hora de prova por conta de um temporal que atingiu o circuito. A prova foi retomada na 17ª hora, aquela altura com o Toyota número 8 na liderança, como ocorreu nas horas anteriores. Na 18ª hora, o Porsche Penske número 4, o carro de Felipe Nasr, acertou a barreira de pneus.

O Safety Car ainda retornou à pista após a Aston Martin da Heart of Racing capotar quando Daniel Mancinelli foi tocado por uma Ferrari da Hypercars. Durante este período, na 19ª hora, o Peugeot número 93 parou na barreira de pneus, enquanto o Cadillac de Scott Dixon apresentou problemas. O Cadillac da Action Express bateu com força contra a barreira de pneus, enquanto a Ferrari da AF Corse teve problemas de motor.