24 Horas de Le Mans chega à metade com Toyota de Hartley na liderança

A 92ª edição das 24 Horas de Le Mans chegou à metade da disputa na noite deste sábado (15) com uma forte chuva atingindo o circuito de La Sarthe, na França. A Toyota segue na liderança com o carro número 8, pilotado neste momento por Brendon Hartley, logo após o stint de Sébastien Buemi, depois de largar da 11ª colocação. A corrida neste momento está neutralizada com o Safety Car.

A Porsche Penske segue na segunda colocação com o carro número 6, pilotado neste momento por Kévin Estre. Alex Palou, com a Cadillac, aparece na terceira colocação, com Alessandro Pier Guidi, da Ferrari, com a quarta posição. O grupo dos cinco melhores é completado pelo outro Toyota, este pilotado por José María López.

Miguel Molina, com a Ferrari, aparece na sexta posição, logo à frente de outra Ferrari, essa da AF Corse e pilotado por Ye Yifei, sétimo colocado. O Porsche da JOTA, de Oliver Rasmussen é o oitavo. Renger van der Zande, com a Cadillac, ocupa o nono lugar com Michael Christensen, da Porsche Penske, fecha o top-10.

Os carros com pilotos brasileiros na Hypercars seguem na disputa, mas longe da disputa pela vitória. Jack Aitken, parceiro de Pipo Derani e Felipe Drugovich no Cadillac da Action Express é o 12º, enquanto o Porsche Penske de número 4, que tem Mathieu Jaminet na pilotagem e Felipe Nasr no time, aparece na 14ª colocação.

Na LMP2, a AF Corse lidera a prova com Nicolas Varrone ao volante, com Lorenzo Fluxa, piloto da Cool Racing, na segunda posição. Nolan Siegel, da United Autosports, é o terceiro, seguido por Clément Novalak, quarto com a Inter Europol. Ryan Cullen, da Vector, fecha a lista dos cinco primeiros colocados em Le Mans.

Nicolas Costa lidera na GT3 com a McLaren da United Autosports, com Aliaksandr Malykhin, em um Porsche da Manthey, com a segunda posição. A Manthey tem outro Porsche, este de Yasser Shahin, em terceiro, seguido pelos dois Lexus da Akkodis ASP, com Timur Boguslavsky em quarto, e Jack Hawksworth em quinto. Augusto Farfus, com um BMW da WRT, é o sétimo, e Riccardo Pera, parceiro de Daniel Serra na Ferrari da GR Racing, é o 16º.

Entre a décima e a 12ª hora, a corrida teve alguns incidentes. David Heinemeier-Hansson causou duas slow zones, uma ao acertar o Ford de Zacharie Robichon, e outra ao escapar da pista. Já a Crowdstrike soltou Colin Braun para a pista com uma das rodas soltas, causando uma nova neutralização localizada na pista.