Sylvio de Barros, piloto da Porsche Cup, rally e empresário, morre aos 57 anos

O mundo do automobilismo brasileiro acordou em luto. Na última segunda-feira (27), Sylvio de Barros, piloto da Porsche Cup e dos rallies, e também empresário, morreu aos 57 anos após se acidentar em uma cachoeira.

De acordo com informações divulgadas, o competidor e sua família estavam fazendo uma viagem a Joanópolis, cidade localizada na Serra da Mantiqueira e conhecida por seu turismo natural. No local, quando estava na cachoeira, escorregou e bateu a cabeça, não resistindo aos ferimentos.

Sylvio de Barros, com nome completo Sylvio Alves de Barro Neto, nasceu em 21 de fevereiro de 1967 e fez seu nome como empresário. Formado em administração pela FAAP, tornou-se renomado investidor e empreendedor, além de ser referência no ramo de tecnologia no Brasil, sempre voltado ao ramos dos automóveis.

Ao longo de sua jornada, por ser visionário do mercado automotivo, passou por grandes empresas como Marcco 23 e Mappin Automotivo, além de ser co-fundador de marcas de renome como Webmotors, iCarros, Magnopus, zFlow e, mais recentemente, ZMatch.

Como carros sempre foram sua paixão, Sylvio decidiu estender o amor para as pistas tanto de asfalto quanto de terra. Seus primeiros passos aconteceram nos Rallies, tendo 11 participações no Rally dos Sertões, sendo oito delas de moto, onde foi campeão na categoria Production em 1995, uma de UTV e duas de carro, tendo um vice.

Ainda, também chegou a fazer duas edições do Rally Dakar, principal prova off-road do mundo. A primeira, em 2007, acabou se acidentando no Marrocos e, de volta em 2017, foi o terceiro melhor colocado entre os estreantes.

Mas o asfalto também falou alto no coração de De Barros. Presença constante na Porsche Cup, o piloto foi campeão da Porsche Challenge em 2011 e 2012, além do título na antiga GT3 Cup em 2018.