Porsche Cup segue em Portugal com mais desafios aos freios nas corridas curtas

A Porsche Cup Brasil segue seu tour europeu e permanece em Portugal pelo segundo final de semana consecutivo. Depois da abertura do campeonato do Endurance Challenge, é a vez de os pilotos voltarem a se reunir, desta vez para a disputa da quarta etapa da temporada do campeonato Sprint.

No último final de semana, após três horas de corrida, o circuito do Estoril viu um dos finais mais apertados para uma prova de 300 quilômetros da Porsche Cup: venceu a dupla formada por Werner Neugebauer e Rubens Barrichello, com Marçal Muller e Enzo Elias apenas 0,3 segundo atrás. Dupla campeã do Endurance em 2023, Miguel Paludo e Allan Hellmeister fecharam em terceiro.

Agora, as duplas se desfazem e o foco se volta todo às duas corridas de 25 minutos mais uma volta programadas para o final de semana português da Porsche Cup, que na tabela do campeonato da Carrera Cup (992) tem o próprio Neugebauer na liderança com 131 pontos, seguido bem de perto por Marçal Muller (126) e Miguel Paludo (125).

Na Sprint Challenge, dos Porsche 991.2, a liderança da classificação geral é de Miguel Mariotti, que soma 106 pontos, apenas sete a mais que a campeã de 2023, Antonella Bassani. Sadak Leite (83), Celio Brasil (82) e Caio Castro (68) fecham os cinco primeiros da tabela.

O desempenho dos Porsche 911 da geração 992 do campeonato brasileiro correram pela primeira vez em Portugal no último final de semana e não decepcionaram: os carros mostraram grande performance e velocidade, aliados à grande potência de frenagem proporcionada pelos discos de freio que a Fremax fornece à categoria.

Os dados coletados no Estoril confirmaram que a pista de 4.182 metros traz, de fato, a maior freada de todo o calendário. Até o ano passado, a frenagem para o S do Senna, no Autódromo de Interlagos, representava a maior desaceleração – 2,1G e 175 km/h.

No Estoril, a frenagem mais forte ocorre ao final da reta principal, de 985 metros. Os carros reduzem de 262 para 79 km/h – uma desaceleração de 2,65 vezes a força da gravidade, e que em apenas 4,4 segundos tira 183 km/h de velocidade do Porsche 911 GT3 992. Para atingir tal performance dos discos de freio da Fremax, o piloto aplica uma força que gera uma pressão de freio superior a 230 bar.

O percurso de 4.182 metros apresenta uma combinação desafiadora de trechos de alta velocidade e curvas extremamente lentas. Um ponto crítico para os discos de freio da Fremax é a curva 6, onde o piloto aplica os freios a 235 km/h, reduzindo a velocidade para apenas 94 km/h em poucos metros. As demandas são significativas: reduções de velocidade de 180 km/h na primeira curva e 140 km/h na sexta, exigindo dos discos Fremax uma capacidade excepcional para suportar temperaturas superiores a 800ºC sob condições extremas de uso.

Os treinos extras e livres serão realizados nesta quinta (27) e sexta-feira (28). No sábado (29), a programação começa com as sessões classificatórias da Carrera Cup às 6h25 (horário de Brasília) e da Sprint Challenge às 11h30. Ainda no sábado são disputadas as primeiras corridas de ambas as categorias – Carrera Cup com largada às 11 horas e da Sprint Challenge às 11h40. No domingo (30), a segunda corrida da Carrera Cup tem largada às oito horas, e da Sprint, às 8h40 – sempre no horário brasileiro. As provas têm transmissão ao vivo pelo YouTube oficial da Porsche Cup Brasil.