Porsche Cup: Miguel Mariotti e vence corrida 1 da Sprint Challenge em Goiânia

Miguel Mariotti venceu neste sábado (9) a primeira corrida da etapa de abertura da classe Sprint Challenge da Porsche Cup, disputada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). O piloto largou da pole position e foi pressionado ao longo dos 25 minutos de disputa, sobretudo por Caio Castro, mas seguiu para ser o primeiro a receber a bandeirada.

Horas depois da corrida, Caio Castro foi punido em 20 segundos após um incidente com Leonardo Herrmann, e perdeu a segunda posição, que foi herdada por Sadak Leite. Sebá Malucelli foi o terceiro e levou a vitória na classe Sport, ficando à frente de Célio Brasil. O top-5 foi completado por Antonella Bassani, atual campeã da Sprint Trophy.

Luís Souza cruzou a linha de chegada com a sexta posição, enquanto o sétimo lugar ficou com o punido Caio Castro. SangHo Kim foi o oitavo melhor e larga na frente neste domingo. Giuliano Bertuccelli fechou a prova em nono, enquanto Caio Chaves, vencedor entre os rookies, acabou a corrida com a décima posição.

A corrida que fecha a primeira etapa da temporada 2024 da Porsche Cup será disputada neste domingo (10), a partir de meio-dia, com transmissão do canal do F1MANIA.NET no YouTube.

Confira como foi a corrida

A prova começou com Miguel Mariotti mantendo a primeira colocação, sendo seguido por Sadak Leite, que avançou uma posição nos metros iniciais. Caio Castro apareceu em terceiro, sendo seguido por Cristian Mohr e por Antonella Bassani. Na segunda volta, Castro escapou da pista e perdeu posições, o que também ocorreu com Leonardo Herrmann, que despencou na classificação.

Mariotti seguia muito pressionado por Leite e Mohr, mas se mantinha na liderança da prova. Segundo e terceiro colocados se tocaram, e Leite quase rodou. Com isso, Leite se manteve na segunda posição por pouco tempo, enquanto Mohr teve problemas e rodou, momentos depois. Desta forma, Antonella passou para o segundo posto, seguida por Castro.

Com a escapada de Mohr, a direção de prova acionou o Safety Car com pouco mais de nove minutos de corrida. Outros dois que abandonaram a prova foram Claudio Reyna e Alceu Feldmann Neto.

A relargada veio com pouco mais de 11 minutos para o final da prova, com Castro superando Antonella para tomar o segundo lugar, enquanto Mariotti manteve a ponta. Marco Tulio, um minuto depois, rodou e saiu da pista. O grupo dos quatro primeiros, formado por Mariotti, Castro, Antonella e Gerson Campos andava junto quando restavam oito minutos para o final da prova.

Matheus Roque abandonou a disputa após ter uma avaria no carro. Castro, por sua vez, abriu ataque de vez sobre Mariotti, mas muito pressionado também por Antonella. O panorama seguiu quando o relógio apontou cinco minutos para o encerramento da corrida. Com três minutos para o final, Castro tentou tomar a liderança da prova na reta dos boxes, sem sucesso.

Campos perdeu desempenho e deixou o grupo que brigava pela vitória, ao passo que Sadak Leite apareceu em quarto, junto do pelotão dos líderes. O Castro voltou a tentar a manobra na abertura da penúltima volta, novamente sem conseguir a ultrapassagem sobre Mariotti. Antonella, por sua vez, caiu ao sexto lugar.

Mariotti seguiu para vencer a prova, sendo seguido por Castro e Leite.