Müller abre segunda metade da Porsche Cup na liderança a bordo do Porsche #544

Marçal Muller colocou a equipe Farben no topo da tabela de cronometragem no primeiro dia de atividades da quinta etapa da Porsche Cup, no Estoril. O representante da marca oficial de tinta automotiva da categoria anotou 1:40.442 em sua melhor passagem na primeira das duas sessões do dia.

Com pneus bastante desgastados, ele percorreu 10 voltas no traçado de 4.182m na primeira sessão do dia. O tempo fechou no fim e a segunda atividade da Carrera Cup prevista para esta quinta-feira.

O competidor gaúcho então tratou de abrir a pista e fez mais três passagens no piso molhado, para reconhecimento do traçado nesta condição. Em sua melhor volta cravou 1:57.221, o que valeu o terceiro tempo na sessão.

Nesta sexta-feira estão previstos mais dois treinos, um opcional e outro livre. No sábado a pista é aberta com o quali para a primeira das duas corridas do fim de semana.

A etapa do Estoril marca o início da segunda metade da temporada 2024. Vencedor da primeira prova do ano, em Goiânia, Marçal Muller aparece em segundo na tabela de pontuação, a cinco pontos do líder do campeonato.

Depois da passagem por Portugal, o certame das provas de curta duração terá outras duas etapas, ambas em Interlagos. Assim, uma jornada sólida na Europa será fundamental para o piloto Farben mais uma vez terminar o ano na briga pelo título da principal categoria da Porsche Cup.

A classificação e a primeira corrida serão transmitidas ao vivo pelas mídias sociais da categoria, Youtube do Acelerados e Bandplay. A corrida 2 ganha o reforço da transmissão da Band.

O que ele disse:

“Foi uma quinta bem positiva. Por mais que não valha muito em termos de resultado, é sempre bom começar na frente e estar competitivo. Todos estavam na mesma situação de pneu, com compostos mais usados e tivemos uma boa performance. Nunca tinha andado aqui na chuva e também não andava com este carro na chuva fazia bastante tempo. Cada pista tem sua manha no circuito molhado e é importante ter essa experiência para entender onde precisa ter mais atenção. Foi bem positivo ter esse treino na chuva, mesmo sendo poucas voltas.”

Marçal Muller