Impulsionado por pódio na Endurance Challenge, Müller quer abrir segunda metade da temporada Sprint no topo do pódio

A segunda metade da temporada de Sprint da Porsche Cup Brasil começa neste fim de semana em Estoril, em Portugal e Marçal Muller quer seguir com o ano positivo para conquistar seu primeiro título representando as cores da Farben na categoria.

O representante da marca de tinta automotiva oficial da Porsche Cup se apoia na liderança do campeonato de corridas curtas após três etapas e no bom desempenho apresentado no traçado português de 4.182m durante a abertura do campeonato de Endurance da Cup para seguir em alta em 2024.

O primeiro vencedor de corridas no ano dominou a grande maioria dos 300km disputados no último fim de semana ao lado de Enzo Elias, recebendo a bandeirada na segunda posição com o bólido #544.

Muller mira somar pontos importantes na última jornada do campeonato de corridas curtas longe de Interlagos para garantir de vez seu passaporte na disputa pelo título que não conquista desde 2019.

A tabela de pontos mostra Muller com 2 pontos de vantagem para Werner Neugebauer já com os descartes contabilizados. O gaúcho quer aumentar a vantagem no segundo fim de semana seguido de compromisso em Portugal.

As atividades de pista começam na quinta-feira com treinos opcionais. A sexta reserva as sessões de treinos livres que antecedem o classificatório e a corrida 1 no sábado. No domingo a categoria encerra seu cronograma em Estoril com a corrida 2. A Porsche Cup tem transmissão da Band, Sportv e mídias sociais da categoria.

O que ele disse:

“As expectativas são sempre as melhores. Tivemos um fim de semana muito forte na etapa de Endurance e dele vamos tirar os pontos positivos e negativos para entender em que podemos evoluir. Na última etapa da Sprint tivemos um infortúnio de ser tirado da prova por um outro competidor e deixamos pontos importantes pelo caminho. Ainda sim lideramos o campeonato com os descartes. Nosso foco é somar o maior número de pontos possíveis pensando na disputa pelo título.”

Marçal Muller