MotoGP: Lewis Hamilton negocia para comprar equipe Gresini, diz site

O britânico Lewis Hamilton, sete vezes campeão mundial de Fórmula 1 e recordista de vitórias e poles no campeonato, estaria pensando em se aventurar na MotoGP. Não como piloto, mas sim como chefe de equipe, comprando a equipe Gresini – atualmente casa dos irmãos Marc Márquez e Álex Márquez.

A informação é do site britânico The Race, que disse que Hamilton teria entrado em contato com a proprietária da equipe, Nadia Padovali – viúva do fundador, Fausto Gresini – para adquirir o time.

Uma pessoa ligada a Hamilton teria estado no GP da Holanda do último final de semana, em Assen. O crossover poderia ser positivo para a Liberty Media, dona da Fórmula 1, que recentemente adquiriu a MotoGP.

O acordo também permitiria a Hamilton adquirir um ativo financeiro significativo com pouco risco, com muitos dos seus patrocinadores pessoais já envolvidos na MotoGP, podendo ser persuadidos a entrarem no projeto.

A Gresini é uma das equipes mais tradicionais da MotoGP. Ela iniciou suas atividades em 1997, com o brasileiro Alexandre Barros. Ao longo dos anos contou com pilotos como Sete Gibernau, Marco Melandri, Toni Elias, Enea Bastianini e ainda os falecidos Marco Simoncelli e Daijiro Kato. O time foi equipe de fábrica da Aprilia também entre 2015 e 2021.