MotoGP: Chefe da Ducati diz que 2º de Márquez vale como vitória

Em sua análise após o GP da França de MotoGP, o diretor geral da Ducati, Gigi Dall’Igna, elogiou o top 4 do campeonato que também foi o top 4 na prova principal em Le Mans. Entretanto, foi especialmente mais efusivo em seus elogios a Marc Márquez e ao vencedor, Jorge Martín.

“Quatro Ducatis nas quatro primeiras posições, seis nas sete primeiras. Uma corrida espetacular para as nossas equipes, um dia exemplar”, disse Dall’Igna dobre o fim de semana.

“Um soberbo Martín fez uma dobradinha ao vencer a corrida sprint e a prova longa de domingo, num desafio emocionante que foi decidido depois de uma batalha intensa até a última curva. Rápido como sempre, soube aproveitar o momento, assumir a liderança e se manter à frente, prevalecendo com a agressividade certa, mas também com perfeita perseverança competitiva”.

“Márquez confirmou o progresso brilhante que está fazendo, os seus passos de gigante, levando a sua Ducati da 13ª posição no grid para a conquista do segundo lugar, que conta como uma vitória. Agora está constantemente à frente, lutando pelo pódio. Com uma corrida longa soberba, repetiu o segundo lugar alcançado no sábado, depois de uma classificação decepcionante.”

“Pecco, depois de uma excelente largada, daquelas que sabe fazer, protagonizou uma corrida muito disputada e marcante, dando tudo, atacando e defendendo-se com a generosidade de campeão que é, só sofrendo reviravoltas no final, primeiro de Martín, e depois de Márquez. Um resultado aparentemente intermediário, mas na realidade é no contexto de um campeonato longo e exigente para todos.”

“O quarto lugar de Enea é um resultado importante tendo em conta a penalização que lhe foi imposta, sem a qual, na minha opinião, ele poderia ter lutado pelo primeiro lugar, o que teria merecido se também fosse levado em conta o recorde da volta mais rápida da corrida estabelecido nas últimas voltas.”

“Agora desfruto plenamente das nossas motos e das nossas equipes, dos nossos pilotos e dos nossos técnicos, das nossas cores e dos nossos maravilhosos fãs. Os meus mais sinceros agradecimentos a todos. Vermelho Ducati!”