MotoGP: Bagnaia vence em Assen e reduz diferença no campeonato

Francesco Bagnaia teve um fim de semana espetacular no Motul TT Assen, conquistando uma vitória dupla no circuito. O piloto da Ducati Lenovo Team venceu tanto a corrida Sprint quanto o Grande Prêmio, reduzindo a diferença no campeonato para apenas 10 pontos, já que Jorge Martin (Prima Pramac Racing) terminou em segundo lugar, focando em minimizar os danos. Bagnaia é o primeiro piloto a vencer três Grandes Prêmios consecutivos da MotoGP™️ em uma única temporada desde que ele mesmo fez isso em 2022, vencendo quatro corridas consecutivas de Assen a Misano. Esta vitória também marca sua terceira vitória consecutiva no TT Circuit Assen, igualando Casey Stoner com 23 vitórias pela Ducati.

Enea Bastianini (Ducati Lenovo Team) conseguiu subir ao pódio após uma corrida de recuperação, negando a posição a Fabio Di Giannantonio (Pertamina Enduro VR46 Racing Team) e Maverick Viñales (Aprilia Racing). Marc Marquez (Gresini Racing MotoGP™) cruzou a linha de chegada em quarto, mas uma penalidade por pressão de pneus o rebaixou para a 10ª posição.

Quando as luzes se apagaram, Bagnaia fez uma excelente largada, mantendo a liderança, com Viñales em segundo e Martin logo atrás. Marc Marquez rapidamente subiu para a terceira posição, colocando pressão em Viñales. A batalha atrás deles esquentou com Pedro Acosta (Red Bull GASGAS Tech3) ultrapassando Alex Marquez (Gresini Racing MotoGP™), mas logo Di Giannantonio se destacou, passando por Acosta e Marquez.

A disputa entre Bagnaia, Martin e Viñales continuou intensa, com Bastianini reduzindo a diferença para o grupo de líderes. Nos estágios finais da corrida, Bastianini ultrapassou Di Giannantonio e Marquez, subindo para a quarta posição e depois para o pódio ao passar Viñales. Viñales e Marquez travaram uma batalha acirrada até a última volta, quando Acosta caiu e Viñales abriu caminho para Marquez.

No entanto, Viñales foi penalizado por exceder os limites da pista, promovendo Di Giannantonio para a quinta posição e Marquez foi rebaixado para a 10ª posição devido à penalidade de pressão dos pneus. Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing) terminou em sexto, seguido por Alex Marquez, Raul Fernandez (Trackhouse Racing), Franco Morbidelli (Prima Pramac Racing) e Marc Marquez completando o top 10.

Infelizmente, Alex Rins (Monster Energy Yamaha MotoGP™) sofreu um grave acidente na Curva 1 e foi declarado inapto devido a uma fratura no pulso direito.

Agora, o paddock se dirige para a Alemanha, com apenas 10 pontos separando Bagnaia e Martin no campeonato. Será que Marc Marquez conseguirá encontrar sua forma em um dos circuitos mais bem-sucedidos de sua carreira, ou seus rivais terão uma resposta à altura? Acompanhe no próximo fim de semana para descobrir!