MotoGP: Bagnaia se sente “normal” em retorno à Catalunha após acidente em 2023

O início do GP da Catalunha de 2023 ficou marcado pelo perigoso acidente sofrido pelo então líder do campeonato e futuro campeão da temporada, Francesco Bagnaia, e Brad Binder. O italiano caiu na primeira posição na curva 2 e o sul-africano não conseguiu desviar se seu corpo, passando sobre suas pernas. Mesmo assim, Pecco nao quebrou nenhum osso e ainda competiu na semana seguinte em Misano.

Perguntado pela Motosprint como se sente retornando ao local do acidente, Bagnaia disse: “muito normal”.

“É como correr em qualquer outro circuito. São águas passadas. É uma pista que sempre gostei muito. Certamente não é a mais segura do mundial por causa do asfalto. Por isso é perigoso correr nele, mas é uma das mais bonitas e características.”

Bagnaia está 38 pontos atrás do líder do campeonato Jorge Martin antes da etapa na Catalunha.

“É duro. É um campeonato difícil, muitos pilotos estão fortes”, disse Bagnaia.

“Muitas motos são competitivas para vencer, um pouco como nos últimos anos. Será ainda mais complicado. Martin é certamente o adversário número um no momento.”

“Em primeiro lugar, preciso terminar a corrida: tal como em França, também na Catalunha já são dois anos desde que cruzei a linha de chegada. Em 2022 me tiraram na primeira curva, ano passado caí na segunda. Espero dar pelo menos quatro voltas.”

“Foi uma pista onde no ano passado estávamos voando, estávamos indo muito rápido. A corrida de domingo, com o pneu médio, provavelmente nos teria levado a mais uma vitória, mas foi como foi.”