MotoGP: Acosta encara duas últimas chances de ser vencedor mais jovem

O espanhol Pedro Acosta tem o GPs da Holanda e da Alemanha para se tornar o vencedor mais jovem da história da MotoGP, tirando o recorde de Marc Márquez. O piloto chegou próximo da vitória em Austin e teve ritmo para pensar em vencer em Le Mans e na Catalunha, mas caiu nos dois eventos.

Após uma parada de três semanas, ele se diz ansioso para correr novamente.

“Finalmente temos competição de novo. Essas pausas são boas para desconectar e treinar forte, mas sinto muita falta de correr, por isso estou ansioso por Assen.”

“Tenho treinado muito e me preparado para essas corridas antes das férias de verão. Assen é um circuito que gosto, uma pista linda e um ambiente espetacular, veremos como nos sentimos na sexta-feira e como evolui o fim de semana.”

“Aos poucos vamos nos adaptando cada vez mais à moto, o que se nota na consistência, principalmente aos sábados. Estamos realmente ansiosos para correr na Catedral”.

Depois de perder o seu lugar na Tech 3 KTM para 2025, as esperanças de Augusto Fernandez de permanecer na MotoGP são pequenas. No entanto, ele foca em uma boa apresentação em Assen.

“Depois de três semanas, estou feliz por finalmente voltar à moto de MotoGP e correr”, iniciou.

“Este tempo livre foi bom para nos desligarmos um pouco, enquanto treinamos e nos preparamos o máximo que podemos para estas duas corridas antes das férias de verão, que vão ser importantes.”

“Começamos pela Holanda, no TT Assen, uma das minhas pistas preferidas do calendário. Nosso desempenho em 2023 não foi ruim, então vamos ver o que podemos fazer esta semana.”