Sauber quer evoluir como Stake F1 Team em 2024

A equipe Sauber embarcou na temporada 2024 da Fórmula 1 com um objetivo claro: evoluir em todas as áreas da organização. A declaração foi feita por Alessandro Alunni Bravi, representante da equipe, durante a apresentação do novo C44, carro que marca o início da fase da equipe como ‘Stake F1 Team’, uma ponte entre a era Alfa Romeo e a futura parceria com a Audi a partir de 2026.

Com um nono lugar no campeonato de construtores em 2023, Bravi afirmou que definir uma posição exata para 2024 não é realista, mas o foco principal é a evolução geral.

“Não falamos sobre metas específicas porque é difícil se comprometer com números. Nosso objetivo é claro: melhorar o desempenho do carro e do pacote como um todo”, disse Bravi.

“Por pacote, me refiro a todas as áreas, desde a equipe de corrida até as operações em pista, pit stops e estratégias. É mais do que apenas o desempenho do carro, e estamos comprometidos em todos os departamentos para dar esse passo, essa é a meta. Então veremos qual será nossa posição à medida que a temporada avança, mas o principal objetivo é melhorar este ano e fazer um trabalho melhor do que fizemos em 2023”, disse ele.

Com o apoio do CEO Andreas Seidl, Bravi supervisiona uma reestruturação organizacional enquanto a Sauber se prepara para a chegada da Audi. Após a saída de Jan Monchaux na metade da temporada passada, James Key, ex-McLaren, assumiu o cargo de diretor técnico.

“Esses dois anos verão nossa equipe passar por um grande processo de transformação em direção a 2026, quando nos tornaremos a equipe de fábrica da Audi”, afirmou Bravi. “No entanto, nosso foco está no aqui e agora, pois sabemos que é importante lançar as bases para nossa equipe todos os dias.”

“É por isso que estamos trabalhando muito para melhorar todas as áreas da nossa organização, sob a liderança de Andreas. Implementamos uma estrutura muito eficiente na pista. Temos Xevi Pujolar, nosso diretor de corrida, Beat Zehnder, nosso diretor esportivo, e eu mesmo. Em Hinwil, temos um novo diretor técnico com James Key. Acredito que essa estrutura é realmente adequada para o nosso processo de crescimento e para os objetivos que precisamos alcançar”, acrescentou.

Embora seja impossível prever a posição final da equipe na classificação de 2024, considerando o planejamento para o projeto de longo prazo com a Audi, Bravi está confiante na melhora a curto prazo.

“Acho que a equipe é capaz e tem todas as oportunidades de dar um passo à frente”, acrescentou. “No ano passado, terminamos em nono no campeonato de construtores, e claro, o objetivo mínimo deve ser melhorar essa posição. Precisamos ser realistas, a temporada será muito longa. Não se trata apenas de ser competitivo no início, mas de desenvolver o carro de janeiro a dezembro, entregando o melhor como equipe em todas as corridas e aproveitando ao máximo todas as oportunidades que surgirem durante a temporada.”

“Se pudermos estar totalmente comprometidos ao longo de toda a temporada e manter o foco no que é o nosso trabalho, que é melhorar o desempenho do carro, melhorar as operações da equipe e melhorar a forma como trabalhamos, então estou convencido de que daremos um passo à frente. Quanto será esse passo, só a pista dirá”, encerrou Bravi.