Massa nega arrependimento por luta judicial contra F1 e FIA: “Nada tira o que acredito ser correto”

Felipe Massa está determinado em buscar justiça em relação a temporada 2008 da F1. Presente no paddock do GP de São Paulo neste sábado (4), o piloto destacou não se arrepender em ter assumido a luta contra a categoria e a FOM.

Em entrevista mais no início do ano, Bernie Ecclestone revelou que sabia tudo sobre o episódio do Crashgate do GP de Singapura de 15 anos atrás. Isso foi o combustível para o brasileiro tentar buscar seus direitos para que a corrida seja invalidada e, assim, o título seria dividido entre si e Lewis Hamilton.

Por conta do entrave judicial, o atual piloto da Stock Car agora foi desconvidado de participar das etapas como embaixador da F1, apesar de estar em Interlagos como convidado – apenas não exercendo seu trabalho. Entretanto, isso não o fez arrepender de ir atrás da justiça, como o próprio diz.

“Na verdade, a justiça eu não me arrependo de nada. No final, eu vou lutar pela justiça, vou lutar pelo que é justo. Isso é muito maior do que qualquer outra coisa, né. O meu trabalho principal nunca do embaixador da F1, fazia como carinho, fazer parte desse mundo que sempre amei”, falou em pergunta do F1Mania.net.

“Agora, nada tira o que eu acredito que seja o correto e o justo não só para mim, mas para o esporte em geral”, completou o piloto.