Kelly Piquet, filha de Nelson e namorada de Verstappen, recebe ameaças de morte por posicionamento político

Kelly Piquet tem sido amplamente ameaçada nas redes sociais por conta de seus posicionamentos políticos. Filha do tricampeão de F1 Nelson e namorada de Max Verstappen, a brasileira tem falado sobre a atual situação da guerra em Israel e Gaza.

Desde o início dos conflitos, a modelo tem se posicionado em suas contas pessoais para fazer apelos. “Não consigo parar de pensar sobre toda a dor, sofrimento, trauma, choque, desespero que os Palestinos em Gaza estão vivendo neste momento”, escreveu.

“Imaginar todos essas jovens almas inocentes que estão sendo perdidas, famílias inteiras sendo dizimadas, crianças sem pais, e pais que tiveram de abraçar seus filhos mortos”, continuou.

“Também estou pensando em todos os reféns que estão nas mãos do Hamas, e fico feliz em ver que quatro deles foram liberados. Mas as imagens e vídeos que tenho visto do horror acontecendo em Gaza é além da minha compreensão”, continuou Kelly, que ainda chamou Israel de um governo racista e colonial.

Após os recados postados, Piquet fez um apelo àqueles que estão se manifestando em suas mensagens. “Ao invés de me mandar mensagens privadas com ameaças de morte, linguagem extremamente abusiva e imagens obscenas, deixem de me seguir. Isso não é um conflito, é um genocídio”, disse.

“Meu número de seguidores ou acordos comerciais não são mais importantes do que uma vida que pode ser salva ao tentar fazer isso parar. E nem a de vocês”, completou.