F1: Wolff acredita que não será possível superar Red Bull antes de 2026

O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, afirmou que superar a Red Bull antes da temporada 2026 da Fórmula 1, é ‘contra todas as probabilidades’.

A temporada de 2026 terá a introdução de novos regulamentos técnicos, incluindo a estreia de novas unidades de potência. A última grande mudança técnica na F1, ocorreu no ano passado e viu a Red Bull abrir uma vantagem sobre o resto da concorrência, permitindo-lhe conquistar dois Campeonatos de Pilotos e Construtores consecutivos.

Em entrevista à imprensa, Wolff elogiou os esforços da Red Bull nos últimos dois anos: “A Red Bull iniciou nesses regulamentos em 2022 com uma enorme vantagem e foi capaz de mantê-la”, disse Wolff. “Você precisa ter muito respeito por suas conquistas do lado da engenharia e do piloto”.

“Vencê-los sob os regulamentos atuais é contra todas as probabilidades, isso está claro”, acrescentou.

A Mercedes deve mudar completamente o conceito de seu carro para a temporada do próximo ano, visando diminuir a distância para a Red Bull.

Embora Wolff tenha reconhecido que vencer a Red Bull será uma tarefa difícil, ele apontou os ganhos recentes obtidos por outras equipes no grid como inspiração.

“Ao mesmo tempo, vimos com a McLaren, que uma atualização que desbloqueou um segundo no tempo por volta, ou a AlphaTauri chegando forte no final, e Aston Martin também se recuperando”, disse ele.

“Existe uma chave para desbloquear dramaticamente mais desempenho e eu acho que nós avaliando isso de uma maneira honesta, este carro nunca vai ser bom o suficiente para lutar por um campeonato. Nós temos que voltar à prancheta e inventar algo novo no próximo ano, mas o Monte Everest está na nossa frente”, finalizou Wolff.