F1: Vowles apoia Sargeant após acidente no TL1

O final de semana da Fórmula 1 no Japão não começou bem para Logan Sargeant. O piloto da Williams bateu durante o primeiro treino livre e não pôde participar do segundo devido aos danos sofridos no carro. O chefe da equipe, James Vowles, afirmou que conversou bastante com o piloto americano nas últimas semanas.

Duas semanas depois de viver o ‘momento mais difícil da carreira’, em suas própria palavras, ao ceder seu carro a Alexander Albon no GP da Austrália, Sargeant iniciou o fim de semana no Japão com um acidente no TL1. No entanto, segundo o próprio piloto, o erro não foi semelhante aos cometidos por ele na temporada passada, quando era estreante na categoria.

Após o TL1, Vowles falou sobre como ele e Sargeant lidaram com a situação difícil em Melbourne. “Eu conversei com ele a semana toda, na verdade nas últimas semanas, porque esse é o momento em que você precisa manter o piloto bem perto”, disse ele.

“De certa forma, o colocamos em uma situação muito difícil e sem ser culpa dele. Mas honestamente, ele estava em um bom estado de espírito nesta semana, e na noite passada também, quando liguei para ele por volta das 21h. Um estado mental muito forte, ele só queria voltar ao carro e seguir em frente, mas não com a intenção de provar ao mundo que merece um lugar no grid”, afirmou Vowles.

Ele continuou: “É a abordagem normal dele para as coisas. E o que você viu aqui não foi um erro de piloto forçando o limite. É um tipo de erro diferente, frustrante por todos os motivos, porque não foi no limite do que o carro podia fazer. Havia muito mais potencial ali, ele simplesmente não sabia onde o carro estava na pista em relação aonde ele esperava que estivesse. Então, eu não acho que você esteja vendo aqui a reação de alguém que não correu em Melbourne, acho que você está vendo mais uma situação que poderia ter acontecido a qualquer momento”, finalizou o chefe da Williams.