F1: Verstappen sofre com problemas em Montreal enquanto Alonso domina treinos

No Grande Prêmio do Canadá de F1, Max Verstappen enfrentou mais um dia difícil com problemas no seu Red Bull que o forçaram a encerrar prematuramente a segunda sessão de treinos. Após uma sexta-feira miserável, o tricampeão mundial se viu amaldiçoando a sorte.

“É frustrante. Não conseguimos completar uma boa volta hoje e isso atrapalha nossos planos para o fim de semana,” lamentou Verstappen.

Durante a segunda sessão de treinos, Verstappen teve que retornar ao box após a fumaça começar a sair da parte traseira de seu RB20, devido a um problema no sistema de recuperação de energia. O incidente o deixou com apenas quatro voltas completadas, o menor total entre todos os pilotos, e uma única volta cronometrada em 1:19.311s, colocando-o em 18º na tabela de tempos.

Desde a derrota para Lando Norris da McLaren em Miami, Verstappen e a equipe Red Bull têm enfrentado desafios significativos. McLaren e Ferrari estão cada vez mais próximos e impondo uma pressão que a Red Bull não sentia desde a introdução dos regulamentos aerodinâmicos atuais em 2022.

Enquanto isso, Fernando Alonso, da Aston Martin, brilhou na sessão, liderando a tabela de tempos com uma volta de 1:15.810, quase meio segundo à frente de George Russell, da Mercedes. Lance Stroll, também da Aston Martin, ficou em terceiro, dois décimos de segundo atrás de Russell.