F1: Verstappen destaca perda de aderência nas voltas finais em Ímola: “Pilotando no gelo”

Max Verstappen tomou canseira de Lando Norris nas últimas voltas do GP da Emília-Romanha da F1. Na prova, o holandês vivenciou problemas com os pneus duros, questão essa que espera entender para encerrar a questão em breve.

Apesar do começo complicado do final de semana em Ímola, o titular da Red Bull logo recuperou sua forma. Na classificação, sequer deu abertura aos adversários e garantiu a pole-position, enquanto na corrida, não foi ameaçado em momento algum para voltar a vencer na temporada 2024.

Entretanto, nos últimos giros, o britânico da McLaren começou a se aproximar cada vez mais, baixando a diferença para menos de 1s – na verdade, terminaram separados por apenas 0s725. Apesar de Verstappen ter terminado na frente, quer entender a perda de aderência dos compostos duros.

“É, realmente apenas não conseguia fazer os pneus trabalharem. Apesar senti que não estavam operando na janela certa de temperatura, e isso foi apenas piorando cada vez mais. As últimas 15 voltas foram como se pilotasse no gelo”, comentou.

“Os pneus não estavam mais obedecendo, então, isso é algo que precisaremos analisar”, completou.