F1: Verstappen aponta altas temperaturas em alguns circuitos como um dos principais desafios na categoria

O piloto da Red Bull, Max Verstappen, compartilhou uma perspectiva pouco discutida sobre as dificuldades enfrentadas pelos pilotos na Fórmula 1, especialmente durante corridas longas em condições desafiadoras, como as vivenciadas no GP do Catar este ano. Em uma rápida reflexão no TikTok da Red Bull, Verstappen destacou a temperatura dentro do carro como um desafio oculto.

“Para mim, a temperatura dentro do carro”, disse Verstappen. “Quando está 30 graus lá fora, e você está sentado no cockpit com o motor atrás de você, tudo fica muito, muito quente. Principalmente, é claro, quando você tem que fazer uma corrida por uma hora e meia, duas horas.”

Perguntado sobre o que mudaria na atual programação da Fórmula 1, Verstappen, juntamente com Sergio Perez, respondeu com um sorriso largo: “Menos corridas”. O holandês expressou seu desejo por um calendário com menos corridas, ressaltando a intensidade da temporada atualmente.

Verstappen, que conquistou impressionantes 19 vitórias na temporada de Fórmula 1 de 2023 com seu RB19, carinhosamente chamado de ‘Rocky’, falou sobre o apelido do carro. Quando questionado sobre o motivo de chamar o carro assim, Verstappen descontraidamente respondeu: “Não sei. Alguém me perguntou se eu nomeio meus carros. Se é um ele ou ela”, respondeu o holandês, sem esclarecer exatamente o motivo por trás desse apelido do RB19.