F1: Toyota não tem planos de voltar para a Fórmula 1

Em novembro de 2009, a Toyota anunciou sua saída da Fórmula 1, com o carro para a temporada de 2010 em fases finais de desenvolvimento. Quinze anos depois, não há a equipe não tem arrependimentos sobre a decisão, e um retorno à F1 não deve ser esperado, segundo Rob Leupen, diretor administrativo da Toyota Gazoo Racing. 

Após sair da Fórmula 1, a Toyota Gazoo se tornou a melhor equipe no Campeonato Mundial de Endurance (WEC), conquistando o campeonato de construtores seis vezes, e o de pilotos cinco vezes. Além de a equipe ter vencido as 24 Horas de Le Mans seis vezes. 

Com esse sucesso fora da F1, a Toyota não tem planos de voltar para a categoria. “Primeiro, você tem que esperar para ver se consegue um lugar”, diz Leupen. “Além disso, você tem que se preparar por anos, como a Audi faz. E eu acho que temos muito a preparar aqui [no WEC]. A Toyota tem metas anteriores a alcançar neste campeonato do que na Fórmula 1”.

Para Leupen, a marca tem que se perguntar qual é a melhor escolha de campeonato estrategicamente. Além disso, o holandês diz: “O que a Fórmula 1 trouxe para a Toyota na época, além de uma bela fábrica? Muito dinheiro foi investido para melhorar o nome da Toyota. Acho que no WEC podemos mostrar mais o que a Toyota faz, o que a marca representa”.

“Temos carros Toyota nas estradas que foram originalmente desenvolvidos para corridas. Graças ao esporte a motor, deveríamos ser capazes de fazer carros melhores para nossos clientes. Estamos trabalhando em carros co-desenvolvidos em Colônia, e então as informações são repassadas para o Japão e para o consumidor em cinco anos. Na Fórmula 1, essa ponte não pode mais ser feita”.

Além disso, a Toyota valoriza o campeonato da WEC com está hoje. “Eu acho que com os fabricantes estamos criando uma série muito boa aqui. Espero que continuemos aqui com a próxima geração de carros, onde apenas água sai do escapamento”.