F1: Steiner minimiza culpa de Verstappen em incidente com Norris

Max Verstappen voltou a ser o centro das atenções na Fórmula 1. O acidente com Lando Norris no GP da Áustria gerou debates entre pilotos e chefes de equipe. Apesar da punição de dez segundos e críticas generalizadas na mídia, alguns entendem a pilotagem agressiva do holandês. O ex-chefe da Haas, Guenther Steiner, é um deles.

No programa ‘Jack and Guenther’ do Ziggo Sport Race Café, Steiner comentou o incidente. “Não sou juiz para determinar culpados, mas isso é corrida”, disse. “Ninguém nega que Max pilota agressivamente. Em uma corrida, você precisa buscar espaço. O que Max já fazia bem em 2020 e 2021 é ser agressivo. Ele praticamente inventou a freada com mudança de linha. E por que ele é tão bom? Porque consegue fazer isso sem ser punido com frequência”, explicou o italiano.

Steiner comparou Verstappen a Fernando Alonso, bicampeão de F1. “Alonso é assim também. Ninguém quer irritá-lo. É igual com Max. O que Lando precisa aprender é como se impor. Dessa vez, ele pagou um preço alto com um abandono. Poderia ter acontecido com Max também. Se Norris continuar lutando, Max provavelmente será punido e perderá a posição”, completou o ex-chefe da Haas.