F1: Steiner acredita no fim do domínio da Red Bull em breve

O ex-chefe da Haas, Guenther Steiner, conhecido por sua franqueza, não se mostra impressionado com o atual domínio da Red Bull e de Max Verstappen na Fórmula 1. O italiano, que se desligou da Haas no final de 2023, algo que só foi anunciado no início deste mês, aposta em uma reviravolta no grid ainda na temporada 2024.

Em uma entrevista na Autosport International, Steiner afirmou que o domínio de Verstappen é temporário: “Isso vai acabar. É apenas uma fase, na minha opinião. Acho que algumas equipes vão se aproximar este ano. Basta ver o que a McLaren fez em 2023. Eles evoluíram muito rápido.”

Para Steiner, a McLaren será a principal adversária da Red Bull em 2024: “A maioria dos desafios virá deles, devido ao potencial que demonstraram no ano passado”, disse ele.

Mesmo com os rumores de um W15 mais competitivo da Mercedes, o ex-chefe da Haas acredita que os alemães ainda não estarão prontos para disputar o título: “O otimismo é positivo, mas conquistar o campeonato já em 2024 seria muito ambicioso.”

Steiner aponta que as novas regras de 2026 também podem embaralhar a ordem das forças: “É claro que Max dominou em 2023. Ele está no melhor carro e é o melhor piloto no momento. Mas há outros bons pilotos e carros por aí, e eles vão crescer ainda mais este ano”, concluiu Steiner.